Sonificação da Mídia Locativa

Grade de Três Níveis em Conteúdos Governados por Robôs

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2019v7n14p75-94

Resumo

A partir de características da paisagem midiática contemporânea, analisaremos a sonificação da mídia locativa, perpassando por discussões sobre o corpo pós-humano do homo mobilis ampliado (AMAR, 2011), a companhia cibernética dos serviços de auto-rastreamento do “Eu-quantificado” (RETTBERG,2018) e o comportamento esquizofônico de ouvintes nômades pós-digitais (CHATTOPADHYAY, 2014). Sugerimos, por meio da análise de dois objetos (um protótipo e um aplicativo móvel comercial), estratégias para ajudar na redução do ruído informacional moderno e minimizar a implosão de sentidos na colmeia espelhada dos antifatos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joao Guilherme de Melo Peixoto, Universidade Católica de Pernambuco (Unicap)

Jornalista e Doutor em Comunicação Social pela UFPE. Pós-doutorando pela Universidad de Navarra (Center for Internet Studies and Digital Life).  Professor dos cursos de Fotografia e Jornalismo e integra o Mestrado em Indústrias Criativas (Universidade Católica de Pernambuco). Pesquisa sobre fotojornalismo, inovação e criatividade.  

Luiz Carlos da Costa Júnior, Universidade Católica de Pernambuco

Doutor em Sociologia Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). 

Denny A. F. Costa, Universidade Católica de Pernambuco

Mestrando do Curso de Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco. 

Publicado

2019-04-22

Como Citar

de Melo Peixoto, J. G., da Costa Júnior, L. C., & A. F. Costa, D. (2019). Sonificação da Mídia Locativa: Grade de Três Níveis em Conteúdos Governados por Robôs. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 7(14). https://doi.org/10.22484/2318-5694.2019v7n14p75-94

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##