Dos álbuns às redes virtuais: a midiatização das fotografias de família

Autores

  • Michel de Oliveira Universidade Estadual de Londrina (UEL).
  • Paulo César Boni Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Resumo

As fotografias de família estão perdendo materialidade. Ao contrário dos álbuns físicos resguardados no reduto doméstico, hoje elas são divulgadas nas redes virtuais da internet, subvertendo a lógica da preservação da intimidade. A discussão apresentada a seguir se debruça sobre a substituição do valor de culto pelo valor de exposição dos registros. A partir dessa observação, é possível apreender uma mudança no paradigma mnemônico estabelecido pelo álbum de família. Ao serem deslocados para o sistema midiático, as fotografias pessoais deixam de ser relicários afetivos para se tornarem artefatos perecíveis. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

de Oliveira, M., & Boni, P. C. (2015). Dos álbuns às redes virtuais: a midiatização das fotografias de família. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 3(5). Recuperado de https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/2255