A nutricionalização da vida na tela da TV

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2018v6n13p102-115

Resumo

Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre a participação de nutricionistas em programas de TV sobre saúde e bem-estar. O objetivo é mostrar como os nutricionistas são apresentados nesses televisivos e como o público (entendido aqui como um conjunto aleatório de indivíduos expostos a esses programas de maneira direta ou indireta) percebe a figura do nutricionista. Este trabalho analisa a questão pela ótica do biopoder (forma indireta de governar a vida que busca aumentar as potencialidades físicas da população para produzir corpos economicamente ativos). O trabalho usa análise de conteúdo, observação participante e questionários. O manuscrito conclui que a TV, ao dar visibilidade aos nutricionistas, colabora com o projeto do biopoder de construir corpos economicamente ativos e efetiva a nutricionalização da vida (ocorre quando a nutrição se apropria da vida cotidiana e passa a construir conceitos, costumes e comportamentos sociais).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jeferson Bertolini, UFSC

Doutor em Ciências Humanas (UFSC), mestre em Jornalismo (UFSC), bacharel em Comunicacão Social/Jornalismo (Univali)

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

Bertolini, J. (2018). A nutricionalização da vida na tela da TV. Tríade: Comunicação, Cultura E Mídia, 6(13). https://doi.org/10.22484/2318-5694.2018v6n13p102-115

Edição

Seção

ARTIGOS - Outras Perspectivas