Percursos da semiótica do sensível

subjetividades na leitura e escrita de poemas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2019v7n16p75-97

Resumo

O texto intercruza processos de comunicação e linguagem para abordar mediações pedagógicas de Língua Portuguesa relacionadas à construção de sentidos e à produção de textos. A semiótica do sensível (GREIMAS, 2002) é articulada à visão Sociointeracionista do conhecimento (VIGOTSKY, 1995) para fundamentar uma experiência didática com a leitura de poemas no âmbito do Ensino Fundamental. É sugerido que a interpretação e a escrita de textos constituem processos subjetivos e complexos, que transcendem a cognição e a apreensão de regras gramaticais, ativando uma semiótica discursiva e uma gramática de emoções forjadas pelos signos culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Susana Gomes e Silva Costa, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores (PPGFP/UEPB)

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

NÁDIA ARAÚJO NASCIMENTO, R.; E SILVA COSTA, S. G. Percursos da semiótica do sensível: subjetividades na leitura e escrita de poemas. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 7, n. 16, 2019. DOI: 10.22484/2318-5694.2019v7n16p75-97. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/3681. Acesso em: 5 out. 2022.