O sertão nordestino na ficção audiovisual brasileira

uma revisão integrativa sobre seus lugares, personagens e temas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2022v10id4992

Palavras-chave:

sertão nordestino, ficção audiovisual brasileira, cinema, telenovela, revisão integrativa

Resumo

 

A ficção audiovisual produzida no Brasil consolidou, ao longo dos últimos 60 anos, a região Nordeste, especialmente o sertão, como um espaço recorrente em suas narrativas. A pesquisa apresentada neste artigo busca compreender quais imagens de sertão nordestino foram construídas nos filmes e nas telenovelas brasileiras, quando observados os indicadores culturais de lugar, personagens e temas. A metodologia utilizada é a revisão integrativa, a qual permite sistematizar o conhecimento produzido sobre determinada temática por diferentes pesquisadores. Após o levantamento, feito por meio do Portal de Periódicos da Capes e do Google Acadêmico, de artigos publicados entre 2011 e 2021, identificaram-se treze categorias imagéticas referentes aos indicadores culturais mencionados, distribuídas em filmes e telenovelas exibidos entre 1953 e 2019. Palavras-Chave: Sertão nordestino. Ficção audiovisual brasileira. Cinema. Telenovela. Revisão integrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Bolshaw Gomes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor Doutor do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia (PPGEM), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal-RN.

João Pedro Ramalho Martins, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia (PPGEM), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal-RN.

Referências

ALBUQUERQUE JÚNIOR, D. M. de. A invenção do nordeste e outras artes. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BERNADET, Jean-Claude. Brasil em tempo de cinema: ensaio sobre o cinema brasileiro de 1958 a 1966. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

CUNHA, E. da. Os Sertões (Campanha de Canudos). 4. ed. São Paulo: Martin Claret, 2002.

DEBS, S. Cinema e literatura no Brasil: os mitos do sertão, emergência de uma identidade nacional. Fortaleza: Interarte, 2007.

DUARTE, A. de M.; ASSIS CÉSAR, M. R. de. O sertão entre as margens e o centro do mundo atual: notas sobre Bacurau. Viso: Cadernos de estética aplicada, Niterói, v. 14, n. 26, p. 53-79, jan./jun. 2020. Disponível em: Viso: Cadernos de Estética Aplicada (revistaviso.com.br). Acesso em: 20 dez. 2021. DOI: https://doi.org/10.22409/1981-4062/v26i/361

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, A. R.; SANTANA, J. S. Retratos do sertão: as representações do sertão nas telenovelas e suas implicações educacionais. Temas em Educação, João Pessoa, v. 22, n. 1, p. 130-145, jan./jun. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/17540/10062. Acesso em: 21 dez. 2021.

GUTEMBERG, A.; LIRA, B. Produção de sentido e representação do sertão nordestino na tríade do Cinema Novo. Culturas Midiáticas, João Pessoa, ano 7, n. 13, p. 157-169, jul./dez. 2014. Disponível em: https://periodicos3.ufpb.br/index.php/cm/article/view/24500/13394. Acesso em: 23 dez. 2021.

HAMBURGER, Esther. Telenovelas e interpretações do Brasil. Lua Nova, São Paulo, n. 84, p. 61-86, 2011.

JESUS, R.; DOBAL, S. Territórios da poesia no Sertão do Cinema: contribuições da direção de fotografia. Cinema & Território, Madeira (Portugal), n. 5, p. 22-37, 2020. Disponível em: https://digituma.uma.pt/bitstream/10400.13/3023/1/Territ%c3%b3rios%20da%20poesia%20no%20Sert%c3%a3o%20do%20Cinema.pdf. Acesso em: 22 dez. 2021.

LEÃO, A. A. de M. Passeando com Bakhtin pelo sertão nordestino: Os fortes nascem onde o feminino é mistério. Entremeios, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, jan./jun. 2019. Disponível em: http://entremeios.com.puc-rio.br/media/2%20LEAO_Bakhtin.pdf. Acesso em: 22 dez. 2021.

LOPES, M. I. V. de. Telenovela brasileira: uma narrativa sobre a nação. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 26, p. 17-34, jan./abr. 2003. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i26p17-34

LOPES, M. I. V. de. A telenovela como narrativa da nação: Para uma experiência metodológica em comunidade virtual. Signo y Pensamiento, Bogotá, v. 29, n. 57, p. 130-141, jul./dez. 2010.

LOPES, F. Globoplay prepara 50 novelas antigas para seu catálogo; A Favorita será a primeira. Uol, São Paulo, 21 maio 2020. Disponível em: https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/globoplay-prepara-50-novelas-antigas-para-seu-catalogo-favorita-sera-primeira-37075?cpid=txt. Acesso em: 10 jan. 2022.

MAIA FILHO, P. P. P. Outsiders na caatinga: representações cinematográficas do semiárido nordestino através do "olhar estrangeiro". Espaço e Cultura, Rio de Janeiro, n. 33, p. 87-110, jan./jun. 2013. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/espacoecultura/article/view/8468/6278. Acesso em: 20 dez. 2021. DOI: https://doi.org/10.12957/espacoecultura.2013.8468

MOREIRA, G. Sertões contemporâneos: rupturas e continuidades no Semiárido. Salvador: Eduneb; Edubfa, 2018.

OLIVEIRA, C.; SILVA, C. A construção discursiva do Nordeste em cenas da telenovela Velho Chico (2016). Boletim Historiar, Sergipe, v. 06, n. 3, p. 90-105, jul./set. 2019.

PAIVA, C. C. de. Do Local ao Global. Imagens do Nordeste na Idade Mídia. Uma antropológica da ficcionalidade brasileira. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 24., 2006, Brasília. Anais [...]. São Paulo: Intercom, 2006. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2006/resumos/R0635-1.pdf. Acesso em: 17 set. 2021.

QUERINO, R. Globoplay anuncia temporadas icônicas de Malhação, novelas clássicas e tramas turcas. RD1, Recife, 7 dez. 2020. Disponível em: https://rd1.com.br/globoplay-anuncia-temporadas-iconicas-de-malhacao-novelas-classicas-e-tramas-turcas/. Acesso em: 10 jan. 2022.

SANTOS, M. V. M. dos. Da estrada ao mergulho: o sertão contemporâneo de Viajo porque preciso, volto porque te amo. Travessias, Cascavel, v. 11, n. 3, p. 113-127, set./dez. 2017. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/17299/11903. Acesso em: 20 dez. 2021.

SILVA, J. L. de O. e. (Re)configurações das imagens do sertão no cinema brasileiro. Vozes, Pretérito & Devir, Teresina, ano 7, v. 11, n. 2, p. 37-52, 2020. Disponível em: http://revistavozes.uespi.br/ojs/index.php/revistavozes/article/view/271/257. Acesso em: 23 dez. 2021.

SILVA, L. M. S.; ALENCAR, J. J. G.; FREIRE, D. A. Representações e temporalidades do sertão em "Cinema, Aspirinas e Urubus". Tempo, Espaço e Linguagem, Irati, v. 11, n.2, p. 125-139, jul./dez. 2020. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tel/article/view/17326/209209214235. Acesso em: 22 dez. 2021.

SOUZA, M. T. de; SILVA, M. D. da; CARVALHO, R. de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, jan./mar. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134

VELASCO, D. C. Áridos Movies: o encontro da metodologia de Pierre Sorlin com o cinema sertanejo nordestino autóctone. Em Tempo de Histórias, Brasília, n. 37, p. 454-472, jul./dez. 2020. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/33829/28108. Acesso em: 21 dez. 2021. DOI: https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i37.33829

VIANA, Núbia de Andrade; SAID, Gustavo Fortes. Identidade e estereótipos: as telenovelas como narrativas identitárias. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA CULTURAL, 6., 2012, Teresina. Anais [...]. Teresina: Universidade Federal do Piauí, 2012. Disponível em: http://gthistoriacultural.com.br/VIsimposio/anais/Nubia%20de%20Andrade%20Viana%20&%20Gustavo%20Fortes%20Said.pdf. Acesso em: 15 out. 2022.

Downloads

Publicado

28-12-2022

Como Citar

BOLSHAW GOMES, M.; RAMALHO MARTINS, J. P. O sertão nordestino na ficção audiovisual brasileira: uma revisão integrativa sobre seus lugares, personagens e temas. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 10, n. 23, p. e022025, 2022. DOI: 10.22484/2318-5694.2022v10id4992. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/4992. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS - OUTRAS PERSPECTIVAS