Rappi entregador

a análise do discurso empreendedor nas peças do app

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2023v11id5021

Palavras-chave:

plataformização do trabalho, entregadores de aplicativos, empreendedorismo, análise do discurso, discurso publicitário

Resumo

Este artigo analisa o discurso produzido pela plataforma de entregas Rappi em peças publicitárias direcionadas para a captação de novos entregadores, em uma relação estabelecida pelas configurações do trabalho em plataforma. As três peças publicitárias apresentadas neste estudo reunem, em meio aos elementos verbais e não verbais, enunciados pautados em ideais de empreendedorismo, também abordados teoricamente no decorrer do trabalho. O corpus foi analisado a partir do aporte teórico-metodológico da Análise Semiolinguística de Patrick Charaudeau, relacionando as peças escolhidas aos conceitos de plataformização do trabalho e à ideologia do empreendedorismo. Observou-se, por meio da AD, que o discurso utilizado nas peças engendra sentidos que vão de encontro aos direitos trabalhistas dentro de uma lógica neoliberal pela configuração do trabalho em plataforma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Miranda Alves Silva, Universidade Federal de Goiás

Mestre em Educação. 

Ângela Teixeira de Moraes, Universidade Federal de Goiás

Professora associada do programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Goiás na linha mídia e cidadania. Doutorado e Mestrado em estudos linguísticos, com ênfase em filosofia da linguagem e análise do discurso na UFG. Pós-doutora em Comunicação pela Universidade de Brasília, na linha jornalismo e sociedade, Graduada em comunicação social/jornalismo.   

Downloads

Publicado

30-05-2023

Como Citar

MIRANDA ALVES SILVA, Gustavo; TEIXEIRA DE MORAES, Ângela. Rappi entregador : a análise do discurso empreendedor nas peças do app. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 11, n. 24, p. e023006, 2023. DOI: 10.22484/2318-5694.2023v11id5021. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/5021. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS