As relações entre COVID-19 e Bolsonaro no X

análise exploratória baseada em mineração de dados

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2024v12id5162

Palavras-chave:

COVID-19, Bolsonaro, rede social.

Resumo

Os desdobramentos decorrentes da pandemia da COVID-19 no contexto das ações de enfrentamento por parte de políticas públicas no Brasil foram alvo de questionamentos pela sociedade e pela grande mídia, especialmente em relação aos posicionamentos e discursos do ex-presidente da República, Jair Bolsonaro. Essa situação também teve um impacto significativo nas redes sociais, com manifestações tanto de autoridades quanto da sociedade civil como um todo. Nesse contexto, este artigo apresenta um estudo de análise exploratória de tweets que relacionam Jair Bolsonaro à COVID-19, abrangendo dois períodos distintos: os três primeiros meses de 2020 e os três primeiros meses de 2021. As análises foram fundamentadas no uso do instrumento metodológico KDD (Knowledge Discovery in Databases).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jumana Morabi Pessoa, Universidade Federal de Goiás

Mestra em Comunicação - Mídia e Informação pela Universidade Federal de Goiás (PPGCOM/UFG) e graduada em Biblioteconomia pela mesma universidade. Integra o Grupo de Pesquisas em Tecnologias e Computação Aplicada à Informação e Comunicação (GTA - FIC/UFG).

Douglas Farias Cordeiro, Universidade Federal de Goiás

Pós-doutorado em Jornalismo, Universidade Fernando Pessoa, Portugal. Doutor em Ciência da Computação e Matemática Computacional, USP. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFG.

Downloads

Publicado

16-05-2024

Como Citar

PESSOA, Jumana Morabi; CORDEIRO, Douglas Farias. As relações entre COVID-19 e Bolsonaro no X: análise exploratória baseada em mineração de dados. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 12, n. 25, p. e024001, 2024. DOI: 10.22484/2318-5694.2024v12id5162. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/5162. Acesso em: 18 jun. 2024.