Territórios televisivos

a presença das redes de TV no Nordeste brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2318-5694.2023v11id5260

Palavras-chave:

história da mídia, regionalização, Nordeste

Resumo

Este estudo buscou analisar a atuação das cinco maiores redes de televisão do Brasil na região Nordeste: TV Globo, SBT, Record TV, Band e TV Cultura. Teve como questões norteadoras: quais são os territórios ocupados pela televisão no Nordeste? Como a concentração das emissoras nas capitais interfere na cobertura midiática dos interiores dos estados nordestinos? A pesquisa partiu de uma metodologia qualitativa e quantitativa, estudo de caso das emissoras identificadas na região e análise dos mapas de cobertura desses canais. Verificou-se que nesse processo de regionalização há espaços vazios na cobertura midiática local, falta de investimentos para a produção regional e transmissão de conteúdos de outras localidades, além de grande concentração de emissoras nas capitais nordestinas, reflexo do processo histórico de implantação e expansão da televisão brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco das Chagas Sales Júnior, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Doutor pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia (PPgEM), da Universidade Federal do RIo Grande do Norte (UFRN).

José Jullian Gomes de Souza, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará (PPGCOM/UFC). 

Downloads

Publicado

28-12-2023

Como Citar

SALES JÚNIOR, Francisco das Chagas; SOUZA, José Jullian Gomes de. Territórios televisivos: a presença das redes de TV no Nordeste brasileiro. Tríade: Comunicação, Cultura e Mídia, Sorocaba, SP, v. 11, n. 24, p. e023019, 2023. DOI: 10.22484/2318-5694.2023v11id5260. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/triade/article/view/5260. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS