Carne Fraca via SBT:

como a emissora narrou o início dessa operação?

  • João Paulo Hergesel Universidade Anhembi Morumbi – UAM
  • Míriam Cristina Carlos Silva Universidade de Sorocaba - Uniso
Palavras-chave: Televisão, Narrativas Midiáticas, Estilística

Resumo

As diferenças nas narrativas midiáticas elaboradas pelos telejornais acerca do início da Operação Carne Fraca é o cerne deste trabalho. Elegendo como objeto de estudo vídeos do Núcleo de Jornalismo do SBT, exibidos entre a manhã de 17 de março de 2017 e a madrugada do dia 20, visa-se a entender como a segunda maior emissora de televisão nacional noticiou esse momento impactante, política e economicamente, para a História Contemporânea Brasileira. Para a realização desta pesquisa, primeiramente, fez-se a coleta de fragmentos dos programas Primeiro Impacto, SBT Brasil e SBT Notícias sobre o assunto; em seguida, aplicou-se uma análise estilística ao produto audiovisual. Acredita-se na relevância desse estudo, visto que a detecção das marcas estilísticas utilizadas nos discursos ajuda a definir qual é o segmento que o programa almeja atingir. Considera-se, por fim, que os estilos diferem entre os programas da mesma emissora: enquanto um jornal retoma o perfil policialesco, outro investe nas expressões de exagero, enquanto outro tenta manter a neutralidade por meio de paráfrases.

Biografia do Autor

João Paulo Hergesel, Universidade Anhembi Morumbi – UAM

Doutorando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM), sob orientação do Prof. Dr. Rogério Ferraraz, com bolsa PROSUP/Capes. Membro dos Grupos de Pesquisa Inovações e Rupturas na Ficção Televisiva Brasileira (UAM/CNPq) e Narrativas Midiáticas (Uniso/CNPq). Contato: jp_hergesel@hotmail.com.

Míriam Cristina Carlos Silva, Universidade de Sorocaba - Uniso

Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba (Uniso), doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com pós-doutorado em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Líder do Grupo de Pesquisa em Narrativas Midiáticas (Uniso/CNPq).

Referências

BC Brasil. Papelão e substância cancerígena ou exagero? O que se sabe – e o que é dúvida – na Operação Carne Fraca. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
CARTA Capital. Carne Fraca: O que pesa contra a BRF e a JBS. Investigação, 20 mar. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
CHAMIZO DOMÍNGUEZ, Pedro J. La función social y cognitiva del eufemismo y del disfemismo. Panace@, vol. V, n. 15, mar. 2004. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
GOMES, Itania Maria Mota. Telejornalismo de qualidade: pressupostos teórico-metodológicos para análise. E-Compós: Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, p. 1-22, ago. 2016. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.
GOMES, Itania Maria Mota. Questões de método na análise do telejornalismo: premissas, conceitos, operadores de análise. E-Compós: Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, p. 1-31, abr. 2007. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.
HERGESEL, João Paulo; FERRARAZ, Rogério. A fama da máquina televisiva: análise estilística do programa do SBT. Contracampo, Niterói (RJ), 2017. no prelo.
HOHLFELDT, Antônio. Comunicação & Política. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n. 14, p. 154-156, abr. 2001. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.
MARTINS, Nilce Sant’Anna. Introdução à estilística: a expressividade na língua portuguesa. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.
MELLO, Jaciara Novaes. Telejornalismo no Brasil. BOCC: Biblioteca On-Line de Ciências da Comunicação, p. 1-11, 2009. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.
O GLOBO. Operação Carne Fraca: o que o consumidor precisa saber. Perguntas e respostas sobre como proceder em caso de produtos de qualidade duvidosa. Economia, 19 mar. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.

PINHEIRO, Kelly Cristina Lourenço. Hipérbole como argumento retórico. Mediação, Belo Horizonte, v. 15, n. 16, jun. 2013, p. 149-167. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
RENAULT, Letícia. Comunicação e política nos canais de televisão do Poder Legislativo no Brasil. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, 2004. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2017.
ROCHA, Simone Maria. O estilo televisivo e sua pertinência para a TV como prática cultural. Revista FAMECOS. Porto Alegre, v. 21, n. 3, p. 1082-1099, set./dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Operação da Polícia Federal combate venda de carne adulterada. Primeiro Impacto, 17 mar. 2017(a). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Fiscais da Agricultura cobravam propina para liberar carnes adulteradas. SBT Brasil, 17 mar. 2017(b). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Ministério da Agricultura afasta 33 funcionários após operação da Polícia Federal. SBT Brasil, 17 mar. 2017(c). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Operação Carne Fraca gera preocupações para Michel Temer. SBT Brasil, 17 mar. 2017(d). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Ações de frigoríficos despencam depois da Operação Carne Fraca. SBT Brasil, 17 mar. 2017(e). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Denúncia de venda de carnes estragadas deixa consumidor desconfiado. SBT Brasil, 18 mar. 2017(f). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
SBT: Jornalismo. Temer anuncia força-tarefa para fiscalizar frigoríficos investigados. SBT Notícias, 20 mar. 2017(g). Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
VEJA. Carne Fraca: países barram temporariamente carne brasileira. Economia, 20 mar. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2017.
Publicado
2017-08-18
Como Citar
Hergesel, J., & Silva, M. (2017). Carne Fraca via SBT:. REU - Revista De Estudos Universitários, 43(1), 151-167. https://doi.org/https://doi.org/10.22484/2177-5788.2017v43n1p151-167