Belas do reino

a força das pastoras por uma necessidade mercadológica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2021v47n1p57-78

Palavras-chave:

Comunicação, Mercado religioso, Pastoras

Resumo

Este artigo tem como objetivo contribuir para a compreensão da reprodução da masculinidade e do patriarcado no ministério das pastoras do cenário pentecostal e neopentacostal, com suas influências digitais num pseudo-empoderamento como reflexo de uma proposta de mercado religioso. Para tanto, apresentamos aspectos do movimento pentecostal e neopentecostal e destacamos a relevância das mulheres no Movimento Neopentecostal do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Camilo de Santana, UNIP

Marcos Camilo de Santana - Casado com a Professora Gisele e pai de duas filhas. Com sua formação interdisciplinar, começando pela Musicalidade, especialmente com o baixo elétrico, fez graduação em Musicoterapia, depois em Comunicação Social além de licenciatura em História e Bacharelado em Teologia pela FATIPI - Faculdade de Teologia de São Paulo da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Especialista em Gestão Empresarial pela Universidade Anhembi Morumbi e com MBA em Marketing pela PUC/SP, é  mestre e Doutorando em Comuniação pela UNIP.

Atuou como publicitário em grandes meios de comunicação e como professor universitário em cadeiras de comunicação e filosofia da religião. É ministro ordenado na Igreja Presbiteriana Independente do Brasil.

Helder Bless Kanashiro, Faculdade Claretiano

Professor de filosofia graduado pela Unifai – Centro Universitário Assunção, tradutor, palestrante, Mestre e Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo. Possui larga proficiência nas línguas maternas orientais do mundo bíblico, e pesquisa as diversas articulações de estudos atualizados sobre educação, hermenêutica e exegese. Engajado em projetos de cunho social para capacitação de populações em exclusão social. E, ainda, pertence como membro da Primeira Igreja Presbiteriana Independente em Carapicuíba – SP.

Referências

ARISTÓTELES. Da interpretação. São Paulo: Unesp, 2013.

BRAGA, Danilo Fiani. Pentecostalismo e política: uma geografia eleitoral dos políticos ligados à Igreja Universal do Reino de Deus no município do Rio de Janeiro – 2000 a 2006, 2008, 125 p. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Geografia). Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

BRUM, Jean. El estoicismo. Buenos aires: EUDEBA, 1977.

CONTRERA, Malena Segura. Mediosfera: meios, imaginários e desencantamento do mundo. Porto Alegre: Imaginalis, 2017

FIORENZA, Elisabeth S. But She Said. Feminist practices on biblical interpretation. Boston: Beacon Press, 1988.

HAGIN, Kenneth E. Pensamento certo ou errado. Rio de Janeiro: Graça, 2000.

HUNT, Dave. A sedução do cristianismo. Porto Alegre: Chamada da Meia Noite, 1995.

RUETHER, Rosemary R.; ELLIS, Marc H. (orgs.). Beyond ocupation: american jewish cristhian and palestinian voices for Peace. Boston: Beacon Press, 1990.

SOMAIN, René. Religiões no Brasil em 2010. Confins, n. 15, 2012. Disponível em: https://journals.openedition.org/confins/7785?lang=pt#tocto1n2. Acesso em: 15 dez. 2020.

Downloads

Publicado

2021-08-04

Como Citar

SANTANA, M. C. de .; KANASHIRO, H. B. Belas do reino : a força das pastoras por uma necessidade mercadológica. Revista de Estudos Universitários - REU, [S. l.], v. 47, n. 1, p. 57–78, 2021. DOI: 10.22484/2177-5788.2021v47n1p57-78. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/4639. Acesso em: 4 dez. 2021.