Imagens ofensivas:

desfiguração e refiguração midiática da alteridade

  • Alberto Klein Universidade Estadual de Londrina – UEL

Resumo

Pretendemos, com este trabalho, abordar a natureza das imagens ofensivas a partir de um possível diálogo entre Semiótica da Cultura de Ivan Bystrina e as proposições acerca do iconoclasmo em W.J.T. Mitchell. Para tanto, valemo-nos da análise de duas imagens de ambientes distintos, mas que se aproximam por suas funções semióticas e culturais: a primeira se refere ao Papa-asno, de autoria de Martinho Lutero e Phillip Melanchton, e a segunda a uma charge de Luz, representando comicamente o profeta Maomé, no semanário francês Charlie Hebdo.

Publicado
Fev 15, 2017
Como Citar
KLEIN, Alberto. Imagens ofensivas:. Revista de Estudos Universitários - REU, [S.l.], v. 42, n. 2, p. 317-330, fev. 2017. ISSN 2177-5788. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/index.php/reu/article/view/2932>. Acesso em: 28 abr. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.22484/2177-5788.2016v42n2p317-330.