Bullying e cyberbullying:

duas faces da mesma realidade

  • Karen Regina Salgado Rede Estadual de Ensino de São Paulo
  • Elaine Prodócimo Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

Resumo

Vivemos numa sociedade marcada pela apropriação das funcionalidades tecnológicas, em que a ciência rege os segmentos sociais quebrando e ultrapassando os espaços temporais existentes entre os corpos. Habitualmente, os aparelhos eletrônicos são muito utilizados pelos jovens e com isso novos modos de maltratar, hostilizar e humilhar o próximo surgiram, e foram denominados cyberbullying. A respeito do assunto, realizamos uma pesquisa por meio de questionário com 74 alunos do ensino médio de uma escola pública e buscamos compreender as diferenças entre bullying e cyberbullying do ponto de vista dos sujeitos; de que maneira se manifestam na escola; e como a escola poderia agir para controlar a prática do cyberbullying. Os resultados apontaram um maior conhecimento sobre o bullying, mais divulgado nas escolas e pela mídia; entre as ações a serem realizadas pela escola estão maior informação e conscientização dos alunos sobre o fato.

Publicado
Fev 15, 2017
Como Citar
SALGADO, Karen Regina; PRODÓCIMO, Elaine. Bullying e cyberbullying:. Revista de Estudos Universitários - REU, [S.l.], v. 42, n. 2, p. 375-393, fev. 2017. ISSN 2177-5788. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/index.php/reu/article/view/2934>. Acesso em: 28 abr. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.22484/2177-5788.2016v42n2p375-393.