As novas diretrizes curriculares para os cursos de jornalismo e o possível fortalecimento da ética profissional

  • Lilian Saback de Sá Moraes PUC-Rio

Resumo

O objetivo deste artigo é contribuir para o debate em torno da ética como prioridade na prática jornalística e o papel da universidade na formação profissional. O texto apresenta os primeiros resultados da pesquisa “As PUCs e as novas diretrizes para o curso de jornalismo: questões de ética e cidadania por um mundo sustentável” e fundamenta-se teoricamente a partir de textos acadêmicos sobre ética e ensino de jornalismo; e com os depoimentos de Muniz Sodré, professor emérito da UFRJ e Miguel Pereira, coordenador do Projeto Comunicar/PUC-Rio. O estudo traz, ainda, as principais informações obtidas por meio de dinâmicas realizadas com grupos de alunos da disciplina de ética dos cursos de jornalismo das PUCs de Minas Gerais e Goiânia. Com o método que une a teoria a escuta e aplicação da prática, a autora sustenta a necessidade de investir na formação acadêmica do jornalista, com o resgate da ética como essência fundamental para o jornalismo.

Publicado
Dez 6, 2017
Como Citar
MORAES, Lilian Saback de Sá. As novas diretrizes curriculares para os cursos de jornalismo e o possível fortalecimento da ética profissional. REU - Revista de Estudos Universitários, [S.l.], v. 43, n. 2, p. 277-294, dez. 2017. ISSN 2177-5788. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3107>. Acesso em: 23 jan. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.22484/2177-5788.2017v43n2p277-294.