As novas diretrizes curriculares para os cursos de jornalismo e o possível fortalecimento da ética profissional

  • Lilian Saback de Sá Moraes PUC-Rio
Palavras-chave: Jornalismo. Ensino de jornalismo. Ética. Diretrizes curriculares. PUC

Resumo

O objetivo deste artigo é contribuir para o debate em torno da ética como prioridade na prática jornalística e o papel da universidade na formação profissional. O texto apresenta os primeiros resultados da pesquisa “As PUCs e as novas diretrizes para o curso de jornalismo: questões de ética e cidadania por um mundo sustentável” e fundamenta-se teoricamente a partir de textos acadêmicos sobre ética e ensino de jornalismo; e com os depoimentos de Muniz Sodré, professor emérito da UFRJ e Miguel Pereira, coordenador do Projeto Comunicar/PUC-Rio. O estudo traz, ainda, as principais informações obtidas por meio de dinâmicas realizadas com grupos de alunos da disciplina de ética dos cursos de jornalismo das PUCs de Minas Gerais e Goiânia. Com o método que une a teoria a escuta e aplicação da prática, a autora sustenta a necessidade de investir na formação acadêmica do jornalista, com o resgate da ética como essência fundamental para o jornalismo.

Referências

AGUIAR, Leonel. As diretrizes curriculares e a formação específica em jornalismo. Alceu – v. 14 – n.27. Rio de Janeiro: Editora PUC, jul. /dez., 2013.

ABRAMO, Claudio. A regra do jogo – O jornalismo e a ética do marceneiro. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo, Martins Fontes, 1992.
BUCCI, Eugênio. Sobre Ética e Imprensa. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 2006.

_________________. O poder da Comunicação. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

COSTA, Caio Túlio. Ética, jornalismo e nova mídia: uma moral provisória. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2009.

DUPAS, Gilberto. Ética e poder na sociedade da informação: de como a autonomia das novas tecnologias obriga a rever o mito do progresso. 2. ed. rev. ampl. São Paulo: Ed. UNESP, 2001.

DI FRANCO, Carlos Alberto. Jornalismo, ética e qualidade. Petrópolis: Vozes, 1996.

GARCIA, Gilberto G. Resolução nº 1, de 27 de setembro de 2013. Brasília: Ministério da Educação/Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior. Disponível em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=14242-rces001-13&category_slug=setembro-2013-pdf&Itemid=30192. Acessada em 10 de maio de 2016.

GOMES, Wilson. Jornalismo, fatos e interesses. Ensaios de teoria do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2009.

GOODWIN, H Eugene. Procura-se ética no jornalismo. Rio de Janeiro: Nórdica, 1993.

HIME, Gisely Valentim Vaz Coelho. Na Fundação da Primeira Escola de Jornalismo do Brasil Cásper Líbero Gera o Conceito de Jornalismo Moderno. Revista Pj:Br – Jornalismo Brasileiro. Edição 03 –Primeiro semestre 2004. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/pjbr/arquivos/artigos3_b.htm. Acessado em 27 de julho de 2017.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência, tradução Susana L. de Alexandria. – 2ª ed. – São Paulo: Aleph, 2009.

MARCONDES, Danilo. Textos básicos de ética: de Platão a Foucault. Rio de Janeiro, Zahar, 2007.

MEDITSCH, Eduardo. Crescer para os lados ou crescer para cima: o dilema histórico do campo acadêmico do jornalismo. Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, Covilhã, 1999. Disponível em http://www.bocc.ubi.pt/meditsch-eduardo-dilema-historico-jornalismo.pdf. Acessado em 15 de julho de 2017.

MELO, José Marques de. Os primórdios do ensino de jornalismo. Estudos em Jornalismo e Mídia, Florianópolis, v.1, n.2, p.73-83, jul./dez. 2004.

_____________________. Jornalismo: compreensão e reinvenção. São Paulo: Saraiva, 2009.

____________________ & all. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Jornalismo – Relatório da Comissão de Especialistas instituída pelo Ministério da Educação. Disponível em:
http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/documento_final_cursos_jornalismo.pdf. Acessado em 10 de maio de 2016.

PEREIRA, Miguel. Jornalismo com alma in Ética na comunicação. Rio de Janeiro: Projeto Comunicar PUC-Rio & Associação Cultural da Arquidiocese de Rio de Janeiro, 2002.

TÓFOLI, Luciene. Ética no jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2008.
TRAQUINA, Nelson. O que é jornalismo? Lisboa: Quimera, 2002.
_________________. O Estudo do Jornalismo no Século XX. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2002.
_________________. Teorias do jornalismo: porque as notícias são como são. Florianópolis: Insular, 2005.
Publicado
2017-12-06
Como Citar
MORAES, L. As novas diretrizes curriculares para os cursos de jornalismo e o possível fortalecimento da ética profissional. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 43, n. 2, p. 277-294, 6 dez. 2017.