Educomunicação

um estudo sobre a prática nas salas de aula.

  • Monica Franchi Carniello
  • Hugo Análio da Mota Universidade de Taubaté
Palavras-chave: Educomunicação. Educação. Comunicação. Práticas Pedagógicas. Mídias.

Resumo

Partindo da premissa da necessidade de um letramento midiático dos jovens, este trabalho teve por finalidade debater e identificar se há práticas pedagógicas desenvolvidas por professores do Ensino Fundamental II atuantes no município de Taubaté baseadas na educomunicação.  Esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa quanto à abordagem, e a coleta de dados foi feita em campo por meio de aplicação de entrevistas os com professores do Ensino Fundamental II que lecionam no município de Taubaté. Os resultados identificaram que os professores abordam com os alunos a influência da mídia na sociedade, porém não há conhecimento sobre métodos pedagógicos baseados na educomunicação, uma vez que segundo os respondentes o assunto ainda é pouco abordado nas escolas para os profissionais de educação. Além disso, os resultados mostram que a integração entre a comunicação e a educação é cada vez mais necessária, uma vez que completam a formação dos indivíduos e capacitam para ações coletivas.

Biografia do Autor

Monica Franchi Carniello

Graduada em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1993), Especialista em Marketing pela University of California (1998), Mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2000), Doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Pós-doutorado em Comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo (2010). Pós-doutorado pela Universidade do Minho – PT (2015). Professora Assistente Doutora da Universidade de Taubaté, com atuação no Programa de Mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Regional, MBAs e no Departamento de Comunicação Social. Docente da Faculdade de Tecnologia de Pindamonhangaba (FATEC). Editora executiva da Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional.

Hugo Análio da Mota, Universidade de Taubaté

Graduando em Publicidade e Propaganda. Bolsista de Iniciação científica. 

Referências

ANTUNES, Ana. Sociedade da informação. Coimbra: Universidade de Coimbra. 2008, p.2.
FONTENELLA, Bruno José Barcellos. RICAS, Janete. TURATO, Egberto Ribeiro. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 24(1):17-27, jan, 2008.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa
. São Paulo. Edirora: Paz e Terra. 1996.
IBGE. Pesquisa de informações básica municipais. Disponível em: Acesso em 29/10/2017.
LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina Andrade. Técnicas de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 1991. 205p.
SOARES, Ismar de Oliveira. Mas, afinal, o que é educomunicação? Disponível em: Acesso em: 21.mar.2017.
UNESCO. Liberdade de expressão e desenvolvimento da mídia. Disponível em: Acesso em: 21.mar.2017.
VINUTO, Juliana. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, Campinas, 22, (44): 203-220, ago/dez. 2014.
Publicado
2017-12-06
Como Citar
CARNIELLO, M.; DA MOTA, H. Educomunicação. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 43, n. 2, p. 351-371, 6 dez. 2017.