Comunicação e educação na (re)construção imagética de um Nordeste plural

  • Deborah Susane Sampaio Sousa Lima Universidade Tuiuti do Paraná
  • João Eudes Portela de Sousa Universidade Tuiuti do Paraná
  • Antonia Nilene Portela de Sousa Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Mônica Cristine Fort Universidade Tuiuti do Paraná
Palavras-chave: Produções audiovisuais, Representações, Nordeste, Identidade, Educação

Resumo

A pesquisa aborda como a construção imagética do Nordeste contribui para o estabelecimento de estereótipos fortalecidos no meio social pelos elementos apresentados nas narrativas audiovisuais e o papel educativo da escola nos processos de (re)construção desses estigmas. Para tanto, são analisados fatores históricos da constituição desses discursos, no Brasil, considerando as formas caricatas e a propagação simbólica acerca da imagem de uma nordestinidade única e homogênea. Isso tudo, observando como o sistema representacional simbólico – que vai além das divisões geográficas em que os sujeitos estão inseridos – apresenta as raízes nordestinas anacrônicas, frequentemente aproximadas do lugar-comum icônico e distanciadas da hipermodernidade e dos ambientes tecnologizados. Assim, a pesquisa traz reflexões sobre como os espaços educativos podem ser apropriar dessas produções a fim de (re)apresentar o Nordeste como espaço múltiplo e plural, em prol de uma compreensão holística dos sujeitos.

Biografia do Autor

João Eudes Portela de Sousa, Universidade Tuiuti do Paraná

Professor efetivo do Instituto Federal do Ceará, doutorando em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná.

Antonia Nilene Portela de Sousa, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Professora efetiva da Universidade Estadual Vale do Acaraú

Publicado
2018-08-28
Como Citar
SOUSA LIMA, D. S.; DE SOUSA, J. E.; DE SOUSA, A. N.; FORT, M. Comunicação e educação na (re)construção imagética de um Nordeste plural. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 44, n. 1, p. 91-108, 28 ago. 2018.