Comunicação e educação na (re)construção imagética de um Nordeste plural

  • Deborah Susane Sampaio Sousa Lima Universidade Tuiuti do Paraná
  • João Eudes Portela de Sousa Universidade Tuiuti do Paraná
  • Antonia Nilene Portela de Sousa Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Mônica Cristine Fort Universidade Tuiuti do Paraná
Palavras-chave: Produções audiovisuais, Representações, Nordeste, Identidade, Educação

Resumo

A pesquisa aborda como a construção imagética do Nordeste contribui para o estabelecimento de estereótipos fortalecidos no meio social pelos elementos apresentados nas narrativas audiovisuais e o papel educativo da escola nos processos de (re)construção desses estigmas. Para tanto, são analisados fatores históricos da constituição desses discursos, no Brasil, considerando as formas caricatas e a propagação simbólica acerca da imagem de uma nordestinidade única e homogênea. Isso tudo, observando como o sistema representacional simbólico – que vai além das divisões geográficas em que os sujeitos estão inseridos – apresenta as raízes nordestinas anacrônicas, frequentemente aproximadas do lugar-comum icônico e distanciadas da hipermodernidade e dos ambientes tecnologizados. Assim, a pesquisa traz reflexões sobre como os espaços educativos podem ser apropriar dessas produções a fim de (re)apresentar o Nordeste como espaço múltiplo e plural, em prol de uma compreensão holística dos sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Eudes Portela de Sousa, Universidade Tuiuti do Paraná

Professor efetivo do Instituto Federal do Ceará, doutorando em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná.

Antonia Nilene Portela de Sousa, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Professora efetiva da Universidade Estadual Vale do Acaraú

Publicado
2018-08-28
Como Citar
LIMA, D.; DE SOUSA, J. E.; DE SOUSA, A. N.; FORT, M. Comunicação e educação na (re)construção imagética de um Nordeste plural. REU - Revista de Estudos Universitários, v. 44, n. 1, p. 91-108, 28 ago. 2018.