O chapéu do Teemo

produção de comunidade em League of Legends

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2020v46n2p447-467

Palavras-chave:

Comunidade, Jogo, League of Legends

Resumo

O artigo apresenta uma reflexão sobre a produção de comunidades de jogadores do gênero MOBA (arena de batalha multijogador online), tendo a empresa Riot Games e o seu título League of Legends, como objeto de estudo. Para tanto, utiliza pesquisa bibliográfica em periódicos e considerações sobre um documentário específico sobre a empresa. A partir de teóricos como Huizinga e Caillois, que apresentam reflexões sobre jogos, e Martin Buber, Edgar Morin e Benedict Anderson, que abordam conceitos de comunidade, o trabalho aponta como a construção dessas comunidades gamers se aproxima da ideia de nação, sendo um produto arquitetado e, portanto, distante da ideia de comunidade buberiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thífani Postali , Universidade Estadual de Campinas

 

 

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BUBER, Martin. Eu e tu. 2. ed. São Paulo: Moraes, 1974.

BUBER, Martín. Sobre comunidade. Trad. de Newton Aquiles Von Zuben. São Paulo: Perspectiva, 2008.

CAILLOIS, Roger. Os jogos e os homens: a máscara e a vertigem. Petrópolis: Vozes, 2017.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2017.

LEAGUE of Legends. Los Angeles: Riot Games, 2009. 1 jogo eletrônico.

LEAGUE of Legends: A origem. Direção de Leslie Iwerks. Netflix: 2019. Disponível em: https://bit.ly/3f538GE. Acesso em: 29 abr. 2020.

MIKLOS, Jorge. Ciber-religião: a construção de vínculos religiosos na cibercultura. Aparecida: Ideias & Letras, 2012.

MORIN, Edgar. As duas globalizações: complexidade e comunicação, uma pedagogia do presente. Porto Alegre: Sulina/EDIPUCRS, 2002.

NEWZOO. Global Games Market Report, 2017. Relatório. Disponível em: https://goo.gl/A6ph38. Acesso em: 7 mar. 2019.

PEREZ, Matt. Is There Life After ‘League Of Legends’? Riot Bets Big On Its First New Game In 10 Years. Forbes, 15 out. 2019. Disponível em: https://bit.ly/35saCyS. Acesso em: 3 mai. 2020.

SALEN, Katie; ZIMMERMAN, Eric. Regras do jogo: fundamentos do design de jogos: principais conceitos. São Paulo: Blucher, 2012. v. 1.

TASSI, Paul. Riot Games Reveals 'League of Legends' Has 100 Million Monthly Players. Forbes, 13 set. 2016. Disponível em: https://bit.ly/3c1I9Tn. Acesso em: 29 abr. 2020.

U. S. DEPARTMENT of Commerce: International Trade Administration. 2017 Top Markets Report: Media and Entertainment Sector Snapshot, 2017. Relatório. Disponível em: https://goo.gl/1TcWrv. Acesso em: 11 mar. 2019.

Downloads

Publicado

2020-12-17

Como Citar

POSTALI , T. .; RODRIGUES IUAMA , T. O chapéu do Teemo: produção de comunidade em League of Legends. Revista de Estudos Universitários - REU, [S. l.], v. 46, n. 2, p. 447–467, 2020. DOI: 10.22484/2177-5788.2020v46n2p447-467. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/3976. Acesso em: 16 abr. 2021.