Sacralização e profanação modernas: leituras de Marx por Christoph Türcke

Autores

  • Eduardo Guerreiro Brito Losso

Resumo

O propósito do artigo é situar o leitor brasileiro diante da obra do filósofo Christoph Türcke, especialmente a relevância de suas intervenções em discussões teológicas a favor da atualização da teoria crítica. Para isso, focar-se-á o modo como ele abordou o fundo teológico de determinados problemas e conceitos de Marx, como sua crítica à religião, a categoria de trabalho, o fetiche da mercadoria e a lei do valor. Türcke analisou como Marx contribuiu para o entendimento da manutenção de estruturas arcaicas na modernidade e até que ponto ele, ao subestimar o papel da religião na história, recaiu nessas mesmas estruturas. Por isso, o artigo termina refletindo o quanto é necessário, para a teoria social, levar a sério a amplitude efetiva de aprisionamentos arcaicos insuspeitos nos quais o homem continua enredado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

LOSSO, E. G. B. Sacralização e profanação modernas: leituras de Marx por Christoph Türcke. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 40, n. 1, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/1980. Acesso em: 26 nov. 2022.