Comunicação e migrações transnacionais – o Brasil (re)significado em redes migratórias de haitianos

Autores

  • Denise Cogo

Resumo

O texto reflete sobre as relações entre comunicação e imigração haitiana a partir da análise das (re)significações do Brasil como nação e como país de imigração produzidas por imigrantes haitianos no contexto brasileiro. Focalizamos como, nas interações em redes da diáspora haitiana, os imigrantes produzem (re)significações sobre os universos do trabalho e das relações raciais no novo contexto de imigração, especialmente a partir dos usos que fazem das tecnologias da comunicação, como a internet. Ao mesmo tempo, refletimos como os haitianos geram fluxos próprios de narrativas em espaços comunicacionais da internet para enunciar suas experiências migratórias no Brasil, relacionadas às suas sociabilidades e às dinâmicas de enfrentamento das políticas migratórias brasileiras. A partir do campo conceitual da comunicação, cultura, migrações e redes sociais, a metodologia da pesquisa abrange pesquisa bibliográfica e documental, realização de entrevistas em profundidade com haitianos e observação de iniciativas e eventos sobre migração no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

COGO, D. Comunicação e migrações transnacionais – o Brasil (re)significado em redes migratórias de haitianos. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 40, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/2130. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos