A clausura da diferença: mediatização da religião, enquadramento e identidades em uma discussão online

Autores

  • Luís Mauro Sá Martino

Resumo

Este trabalho delineia os enquadramentos de alteridade nos comentários dos leitores nos sites “GospelMais” e “Umbanda, eu curto” a respeito da decisão da Justiça Federal, de abril de 2014, segundo a qual cultos afro-brasileiros não são religião. A partir da análise de 278 comentários foi possível observar três principais enquadramentos da alteridade: (a) como alteridade radical, com a qual não é possível se comunicar; (b) como “erro” a ser “corrigido”; (c) em menor escala, como parte da mesma identidade. O texto discute esses enquadramentos na perspectiva da mediatização da religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MARTINO, L. M. S. A clausura da diferença: mediatização da religião, enquadramento e identidades em uma discussão online. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 40, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/2132. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos