Alteridade no futebol: a campanha #somostodosmacacos de Neymar

Autores

  • Tarcyanie Cajueiro Santos

Resumo

Este trabalho objetiva discutir as representações do racismo no futebol brasileiro, apoiando-se na literatura acadêmica sobre o futebol. Para tanto, toma como objeto a campanha publicitária de Neymar, em 2014, “# somostodosmacacos” e a sua repercussão na mídia, que foi iniciada depois que o jogador Daniel Alves comeu uma banana atirada por um torcedor durante um jogo, no campeonato espanhol. A metodologia adotada é a análise do discurso, inspirada em Foucault, a partir das noções de biopolítica e de dispositivo desse autor. Os resultados indicam que esta campanha, ao invés de combater o racismo, acaba reafirmando-o, na medida em que se apoia no mito da democracia racial brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SANTOS, T. C. Alteridade no futebol: a campanha #somostodosmacacos de Neymar. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 40, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/2134. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos