Tatiana Blass: a ruína do ser humano e do animal

Autores

  • Viviane Baschirotto
  • Rosângela Miranda Cherem

Resumo

O artigo se propõe a pensar o ser humano frente ao animal por meio das obras da artista contemporânea Tatiana Blass. Chama a atenção, em sua trajetória a persistência e a recorrência do animal em suas obras, tanto nas tridimensionais quanto em suas pinturas. O animal representado dá a ver e questiona a própria humanidade do homem, constituindo-se como seu duplo. O artigo faz parte da dissertação de mestrado em Artes Visuais em andamento, que tem como objetivo identificar os gestos que incorrem na produção artística de Tatiana Blass. Por meio da leitura de algumas obras e da reflexão sobre elas a partir, principalmente, do teórico Jacques Derrida, o texto se propõe a uma reflexão sobre a ruína do homem e a ruína do animal, que nas obras da artista encontram-se equiparadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

BASCHIROTTO, V.; CHEREM, R. M. Tatiana Blass: a ruína do ser humano e do animal. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 40, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/2137. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos