Sentido Aranha

uma teia de imagens em "The Amazing Spider-Man 2"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2018v44n2p183-210

Resumo

O presente trabalho é uma análise sobre a identificação de schemata, oriundos de comic books e games, na composição narrativa e visual da obra The Amazing Spider-Man 2 (2014), de Marc Webb. Tem como justificativa a observação das atuais adaptações fílmicas de super-heróis, devido às reformulações do universo desses personagens a partir de um imaginário coletivo com múltiplas referências. O objetivo é verificar como foi readaptada a temática do herói, através de referências nostálgicas de obras multimidiáticas do personagem. O método utilizado foi empírico, com base em inferências a partir do corpus, através de uma fundamentação teórica cognitivista, primordialmente. Foram pesquisados conceitos sobre: schema, adaptação, o imaginário coletivo, a teoria do “já sentido” e o cinema hollywoodiano pós-1975. Parte dos resultados trata-se de observar como essa incidência de referências na adaptação não interfere no cânone do herói na cultura pop, ainda que sob diversos códigos midiáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-01-28

Como Citar

VILLALON, R. C.; PENHA, G. S. Sentido Aranha: uma teia de imagens em "The Amazing Spider-Man 2". Revista de Estudos Universitários - REU, [S. l.], v. 44, n. 2, 2019. DOI: 10.22484/2177-5788.2018v44n2p183-210. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/3403. Acesso em: 14 ago. 2022.