O DISCIPLINAMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Autores

  • Cláudia Martins R. Rennó
  • Claudete Bolino

Resumo

O artigo propõe identificar a inserção na escola dos mecanismos disciplinares de vigilância e controle e analisar suas implicações no processo de ensino-aprendizagem. Tem como referencial teórico básico os escritos de Foucault, enquanto teoria de “corpos dóceis”. Procura refletir sobre o aparato disciplinador no cotidiano escolar e quais são as manifestações mais freqüentes desse aparato no que diz respeito à influência do corpo em movimento no processo ensino-aprendizagem. Constata que a vigilância na escola está sendo usada, muitas vezes, em nome da segurança. E os recursos disciplinares estão cada vez mais sutis, tomando o corpo social em sua quase totalidade e generalidade e que, os mecanismos disciplinares usados pela escola não impedem as ações que burlam o disciplinamento. É importante que a escola desenvolva e aprimore um enraizamento de valores, mas não a ponto de impedir e controlar o crescimento individual do aluno, e que o espaço da aprendizagem não fique comprometido, vigiado e controlado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-15

Como Citar

RENNÓ, C. M. R.; BOLINO, C. O DISCIPLINAMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM. Revista de Estudos Universitários - REU, [S. l.], v. 36, n. 2, 2010. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/488. Acesso em: 17 ago. 2022.