Violência cultural e pessoas com deficiência na comunicação organizacional

uma análise de relatórios de empresas do Pacto Global da ONU

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2023v49id5324

Palavras-chave:

Violência cultural, Comunicação organizacional, Deficiência

Resumo

A violência cultural presente na sociedade permeia as organizações a partir da comunicação. Este trabalho objetiva identificar a presença ou ausência de traços de cultura de violência no que tange à inclusão de pessoas com deficiência na comunicação e discurso organizacional em relatórios corporativos. Realiza-se: a) pesquisa bibliográfica sobre violência, comunicação e cultura organizacional e inclusão de pessoas com deficiência; b) pesquisa documental em relatórios de compromisso com Direitos Humanos de organizações filiadas ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas. Os resultados indicam não necessariamente traços de violência explícitos, mas possíveis de identificação a partir das escolhas das organizações nos relatórios e da possível construção de um discurso de autopromoção em divergência de um real interesse na inclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Ferreira de Oliveira, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp)

Mestrando no Programa de Pós-graduação em Mídia e Tecnologia (PPGMiT), da Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design (FAAC), da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), campus de Bauru/SP. Graduado em Relações Públicas pela mesma instituição. Membro dos Grupos de Pesquisa "Linguagem e Mídia Acessível" (Gelima) e "Relações Públicas e Comunicação: opinião pública, educação e interculturalidade". Vice-coordenador do Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão em Mídia e Acessibilidade "Biblioteca Falada".

Raquel Cabral, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp)

Docente da Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design (FAAC) da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Brasil. Pós-doutorado no Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Doutora em Comunicação pela Universitat Jaume I, Espanha. Mestre em Comunicação Midiática pela Unesp. Mestre em Estudos Internacionais em Paz, Conflitos e Desenvolvimento Social pelo Instituto Interuniversitário de Desenvolvimento Social e Paz (Cátedra UNESCO de Filosofia para a Paz) da Universitat Jaume I, Espanha. Bacharel em Comunicação Social - Relações Públicas pela Unesp.

Aline Lisboa, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp)

Doutoranda em Comunicação pela Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design (FAAC) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Bauru/SP. Doutora pelo Programa de Mídia e Tecnologia da mesma instituição. Mestra em Comunicação pela Universidade Federal da Paraíba. Especialista em Marketing pela Universidade Federal de Sergipe. Graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Tiradentes. Integra os grupos de pesquisa em Estudos de Gênero e Mídia (UFS), PCLA - Pensamento Comunicacional Latino-americano (Unesp) e DIGITART - Teorias das Mídias Digitais, Tecnologias, Artes e Culturas. Atualmente é professora dos cursos de comunicação da FAAC.

Downloads

Publicado

11-12-2023

Como Citar

OLIVEIRA, Guilherme Ferreira de; CABRAL, Raquel; LISBOA, Aline. Violência cultural e pessoas com deficiência na comunicação organizacional: uma análise de relatórios de empresas do Pacto Global da ONU. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 49, p. e023013, 2023. DOI: 10.22484/2177-5788.2023v49id5324. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/5324. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê - Mídia, Violência e Alteridade

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.