Tradução, adaptação, refração: considerações sobre uma adaptação de Pride and Prejudice

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2016v42n1p165-174

Resumo

O artigo apresenta considerações sobre a relação entre Estudos da Tradução e Estudos de Adaptação, fazendo uso do exemplo do vlog The Lizzie Bennet Diaries como adaptação do romance Pride and Prejudice, da escritora inglesa Jane Austen. O conceito de refração, como elucidado por Lefevere (1982/1992) é proposto como elo conciliador das duas vertentes de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-10

Como Citar

SABBATINI, I. Tradução, adaptação, refração: considerações sobre uma adaptação de Pride and Prejudice. Revista de Estudos Universitários - REU, [S. l.], v. 42, n. 1, 2016. DOI: 10.22484/2177-5788.2016v42n1p165-174. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/reu/article/view/2488. Acesso em: 2 jul. 2022.