Epistemologia Freireana e o ensino de Física

uma proposta didática para o estudo dos fluidos, a partir das contradições envolvidas na construção de uma barragem na bacia hidrográfica do rio “Itaúnas” no norte do Espírito Santo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2022v24id4859

Palavras-chave:

epistemologia freireana, ensino e aprendizagem em física, mecânica dos fluídos.

Resumo

Este trabalho consiste em um relato de uma pesquisa-intervenção referente ao desenvolvimento de uma proposta didática ancorada nos pressupostos epistemológicos freireano e materializada por meio dos Três Momentos Pedagógicos para conscientização sobre as situações-limite envolvidos na construção de uma barragem. Essa proposta foi desenvolvida com estudantes de uma turma da 1ª série do ensino médio em um centro integrado de educação rural. A análise se deu pela interlocução com os argumentos dos estudantes (gravados em áudio e vídeo) construídos a partir da visita a uma barragem de represamento de água, possibilitando identificar nos discursos indícios sobre a importância da apropriação de princípios da mecânica dos fluidos para o desenvolvimento da criticidade e reflexibilidade de suas próprias experiências. Os resultados indicam que o diálogo e a problematização proporcionaram aos estudantes uma reflexão crítica sobre as questões que relacionavam os conhecimentos de Hidrostática com aspectos ambientais, sociais e culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natiel da Silva Santos, Centro Estadual Integrado de Educação Rural- CEIER

Mestre em Ensino de Física através do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física da UFES (PPGEnFis) ofertado em associação com o Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF); Sociedade Brasileira de Física (SBF) e (Ufes, Vitória); Especialista em Metodologia de Ensino da Física pelo Centro de Ensino Superior de Vitória (CESV). Licenciado em Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Ernani Vassoler Rodrigues, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Doutor em Educação (USP - Universidade de São Paulo), Mestrado em Educação Física (UFES - Universidade Federal do Espírito Santo) e Bacharel em Educação Física (UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro). 

Geide Rosa Coelho, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Graduado em Física Licenciatura pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais e Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professor Associado da área de ensino de Física no Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo, membro do Laboratório de Educação em Ciências (LABEC) atuando no curso presencial e na modalidade a distância e professor dos Programas de Pós-Graduação em Educação e Ensino de Física (PPGEnFis) da UFES. 

Referências

ALVES, J. B. P.; RAMOS, M. N. Ensino médio integrado no campo: a experiência dos CEIERS - Centros Estaduais Integrados de Educação Rural do Espírito Santo (CEIER). Educação em Análise, Londrina, v. 3, n. 1, p. 27-50, 2018.

ARAÚJO, L. F. S. et al. Diário de pesquisa e suas potencialidades na pesquisa qualitativa em saúde. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde, Vitória, v. 15, n. 3, p. 53-61, jul./set. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/rbps/article/view/6326. Acesso em: 26 fev. 2021.

BAZZO, W. A. Ponto de ruptura civilizatória: a pertinência de uma educação “Desobediente” Revista Iberoamericana de Ciencia, Tecnología y Sociedad - CTS, Buenos Aires, v. 11, n. 33, p. 73-91, set. 2016. Disponível em: http://www.revistacts.net/contenido/numero-33/ponto-de-ruptura-civilizatoria-a-pertinencia-de-uma-educacao-desobediente/. Acesso em: 26 fev. 2021.

BOA ESPERANÇA. Plano Municipal de Saneamento Básico e Plano Municipal de Gestão integrada a resíduos sólidos. Boa Esperança, ES, 2018. Disponível em: http://www.boaesperanca.es.gov.br/uploads/filemanager/2018-ES-PMSB-BES-02%20(1).pdf. Acesso em: 26 fev. 2021.

CARVALHO, D. F.; SILVA, L. D. B. Ciclo hidrológico. Rio de Janeiro: UFRRJ, 2006. Disponível em http://www.ufrrj.br/institutos/it/deng/leonardo/downloads/APOSTILA/HIDRO-Cap2-CH.pdf. Acesso em: 26 fev. 2021.

CARVALHO, S. M. G.; PIO, P. M. A categoria da práxis em Pedagogia do Oprimido: sentidos e implicações para a educação libertadora. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 98, n. 249, p. 428-445, maio/ago. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/zpsDMKRZvTM3BwNSZLb8Cqp/abstract/?lang=pt. Acesso em: 26 fev. 2021.

CENTRO ESTADUAL INTEGRADO DE EDUCAÇÃO RURAL - CEIER (Espírito Santo). Projeto Político Pedagógico. Boa Esperança: CEIER, 2014.

DAMIANI, M. F. et al. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de educação, Pelotas, n. 45, p. 57-67, maio/ago. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/3822/3074. Acesso em: 26 fev. 2021.

DELIZOICOV, D. Problemas e problematizações. In: PIETROCOLA, M. (org.). Ensino de física: conteúdo, metodologia e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2001. p. 125-149.

DELIZOICOV, D. Conhecimento, tensões e transições. 1991. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. C. A. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2011.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez e Moraes, 1979.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 73. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2020.

JACINTO, L. Projetos da Esalq buscam otimização do uso da água na agricultura. Meio ambiente, USP Online, São Paulo, 13 maio 2014. Disponível em: https://www5.usp.br/noticias/meio-ambiente/projetos-da-esalq-buscam-otimizacao-do-uso-da-agua-na-agricultura/. Acesso em: 26 fev. 2021.

JADEJISKI, R. R.; BICALHO, R. Temas geradores e trabalho pedagógico no Centro Estadual Integrado de Educação Rural de Águia Branca, Espírito Santo. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 19, n. 2, p. 240-257, maio-ago. 2020. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/reveducpop/article/view/52241. Acesso em: 26 fev. 2021.

LEMKE, J. L. Investigar para el futuro de la educación científica: nuevas formas de aprender, nuevas formas de vivir. Enseñanza de las ciencias, Espanha, v. 24, n. 1, p. 5-12, 2006. Disponível em: https://ensciencias.uab.cat/article/view/v24-n1-lemke. Acesso em: 26 fev. 2021.

LEMOS, E. C. L.; KÜSTER, I. S. Uma análise da super exploração das águas subterrâneas no município de Boa Esperança - ES. Natureza online, Santa Teresa, v. 16, n. 3, p. 31-39, jan. 2019. Disponível em: http://www.naturezaonline.com.br/natureza/conteudo/pdf/NOL20180101%20oK.pdf. Acesso em: 26 fev. 2021.

MACEDO, E. Base Nacional Curricular Comum: novas formas de sociabilidade produzindo sentidos para a educação. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 12, n. 3, p. 1530-1555, out./dez. 2014. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/21666/15916. Acesso em: 26 fev. 2021.

MUENCHEN, C.; DELIZOICOV, D. Os três momentos pedagógicos e o contexto de produção do livro "Física". Ciência e Educação, Bauru, v. 20, n. 3, p. 617-638, jul./set. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/y3QT786pHBdGzxcsRtHTb9c/abstract/?lang=pt. Acesso em: 26 fev. 2021.

NERES, C. A.; GEHLEN, S. T. Investigação temática na formação de professores: indicativos da pesquisa em Educação em Ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 239-267, jan./abr. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4529. Acesso em: 26 fev. 2021.

NOVAIS, E. P. S. et al. O processo de redução temática na formação de professores em Iguaí-BA. Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, v. 10, n. 2, p. 77-103, jul./dez. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/1982-5153.2017v10n2p77. Acesso em: 26 fev. 2021.

PIVELI, R. P. Tratamento de esgotos sanitários. Maceió: CTEC; UFAL, 2019. Disponível em: https://ctec.ufal.br/professor/elca/APOSTILA%20-%20TRATAMENTO%20DE%20ESGOTOS.pdf. Acesso em: 26 fev. 2021.

SANTOS, N. S. A construção de uma sequência didática em uma perspectiva Freireana para o ensino de hidrostática. 2021. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Física) - Centro de Ciências Exatas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2021.

SOLINO, A. P. Abordagem temática freireana e o ensino de ciências por investigação: contribuições para o ensino de ciências/física nos anos iniciais. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Formação de Professores) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, 2013.

SOLINO, A. P.; GEHLEN, S. T. Abordagem temática freireana e o ensino de ciências por investigação: possíveis relações epistemológicas e pedagógicas. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 141-162, 2014.

SOUZA, A. R.; CARVALHO, J. S. “Situação-limite”, “ato-limite” e “inédito viável”: categorias atuais para problematizar a “percepção” da realidade. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 16, n. 4, p. 1288-1308, out./dez. 2018. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/39282/27696. Acesso em: 26 fev. 2021.

Downloads

Publicado

05-12-2022

Como Citar

SANTOS, N. da S.; RODRIGUES, E. V.; COELHO, G. R. . Epistemologia Freireana e o ensino de Física: uma proposta didática para o estudo dos fluidos, a partir das contradições envolvidas na construção de uma barragem na bacia hidrográfica do rio “Itaúnas” no norte do Espírito Santo . Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 24, p. e022050, 2022. DOI: 10.22483/2177-5796.2022v24id4859. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/4859. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê - Educação em ciências e justiça social: interfaces com a formação docente e as práticas educativas