A Educação em fluxo ou a morte do tempo do ócio

Autores

  • Eric de Carvalho Faculdade Casper Libero

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2017v43n2p373-386

Resumo

O tráfico intenso de veículos de vias térreas na cidade de São Paulo é um fator decisivo para as decisões que envolvem deslocamento urbano. A escolha pelo local de residência, trabalho, lazer, alimentação e mesmo educação envolve um planejamento sobre o tempo que deve ser dispendido durante os deslocamentos entre os locais de práticas dessas atividades. O processo de midiatização da educação tendo como principal estratégia o acesso a ferramentas de Educação à Distância por meio de suportes tecnológicos portáteis tem estimulado que o paulistano estude durante seu tempo de deslocamento na cidade, transformando seu tempo de ócio em um tempo de trabalho. Este artigo analisa esse processo sob a perspectiva nórdica das teorias de midiatização, utilizando entrevistas em profundidade com usuários dessa modalidade educacional que relatam como essa tecnicidade permite a organização de seu tempo na cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-06

Como Citar

CARVALHO, E. de. A Educação em fluxo ou a morte do tempo do ócio. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 43, n. 2, 2017. DOI: 10.22484/2177-5788.2017v43n2p373-386. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/3171. Acesso em: 6 dez. 2022.