A comunicação pública no combate à desinformação na pandemia de COVID-19

o caso do Governo do Estado de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2022v48id4980

Palavras-chave:

Governo do Estado de São Paulo, comunicação pública, COVID-19

Resumo

A comunicação pública exerce um importante papel na mediação entre governos e governados ao disponibilizar informações verídicas, agir com transparência e abrir canais de diálogo. Partindo dessa máxima, o estudo tem como objetivo analisar como o Governo do Estado de São Paulo, por meio do hotsite “SP contra o novo coronavírus”, combateu a desinformação durante a pandemia de Covid-19. A ação foi mensurada a partir de um levantamento qualiquantitativo, pelo qual é possível concluir que o órgão atendeu ao conceito de comunicação pública. Contudo, a atividade rebateu mais desinformações sobre a pandemia relacionadas à instituição do que as de cunho científico, como aponta o artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLEGRETTI, Daiane dos Santos; PLATT NETO, Orion. A. Funcionalidades, Limitações e Potencialidades do Portal da Transparência do Estado do Rio Grande do Sul. In: 4º CONGRESSO UFSCDE INICIACAO CIENTIFICAEM CONTABILIDADE Florianópolis. Anais eletrônicos...18a 20 abr. 2011. Disponível em: http://dvl.ccn.ufsc.br/congresso/arquivos_artigos/artigos/640/2010120108 535.pdf. Acesso em: 7 dez. 2022.

BARCELOS, Thainá do Nascimento de; MUNIZ, Luíza Nepomuceno; DANTAS Deborah Marinho; COTRIM JUNIOR, Dorival Fagundes; CAVALCANTE, João Roberto; FAERSTEIN, Eduardo. Análise de fake news veiculadas durante a pandemia de COVID-19 no Brasil. Rev Panam Salud Publica, Washington, n. 45, v. 65, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.26633/RPSP.2021.65. Acesso em: 2 nov. 2022.

BRANDÃO. Elizabeth. Conceito de Comunicação Pública. In: DUARTE, Jorge (org.). Comunicação pública: Estado, Mercado, Sociedade e Interesse Público. São Paulo: Atlas, 2009, p. 2 - 20.

BRASIL. Decreto legislativo. Diário Oficial da União, 20 março de 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/decreto-legislativo-249090982. Acesso em: 9 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Coronavírus Brasil, 2020. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/. Acesso em: 9 jan. 2020.

BRASIL. Constituição Constituição [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm. Acesso em: 15 nov. 2022.

BUCCI. Eugênio. News não são fake – e fake não são news. In: BARBOSA, Mariana (org.). Pós – verdade e fake news. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019, p. 39-47.

CARVALHO, Priscila. Quinino não é base da cloroquina e água tônica não cura covid-19. Saúde Uol, 15 abril 2020. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/04/15/coronavirus-agua-tonica-nao-cura-covid-19-video-e-falso.htm. Acesso em: 2 nov. 2022.

D’ANACONA. Matthew. Pós-verdade: a nova guerra contra os fatos em tempos de fake news. Barueri: Faro Editorial, 2018.

DI GIULIO, Gabriela; ASSUNÇÃO, João Vicente de; RIBEIRO, Helena; GÜNTHER, Wanda Maria; VASCONCELLOS, Maria. Percepção de risco: um campo de interesse para a interface ambiente, saúde e sustentabilidade. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 24, n. 4, p. 1217-1231, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-12902015000401217&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 12 jan. 2021.

DUARTE, Jorge. Comunicação pública: Estado, mercado, sociedade e interesse público. São Paulo: Atlas, 2009.

FALCÃO, Paula; SOUZA, Aline Batista de. Pandemia de desinformação: as fake news no contexto da Covid-19 no Brasil. Reciis – Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 55-71, jan./mar. 2021. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/handle/icict/47085/2219-9461-1-PB.pdf;jsessionid=E5E8A0C7CCBFA9AB2E394FCA3F2DF858?sequence=2. Acesso em: 2 nov. 2022.

FARIAS, Luiz Alberto de. Opiniões voláteis: opinião pública e construção de sentido. São Paulo: Metodista, 2019.

FIOCRUZ. Pesquisa revela dados sobre 'fake news' relacionadas à Covid-19. Fiocruz, Rio de Janeiro, 15 abril de 2020. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/noticia/pesquisa-revela-dados-sobre-fake-news-relacionadas-covid-19. Acesso em: 18 abr. 2021.

GALHARDI, Cláudia Pereira; FREIRE, Neyson Pinheiro; MINAYO, Maria Cecília de Souza. FAGUNDES, Maria Clara Marques. Fato ou Fake? Uma análise da desinformação frente à pandemia da Covid-19 no Brasil. Ciênc. saúde coletiva, Manguinhos, v. 25, supl. 2, p. 4201-4210, set. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-812320202510.2.28922020. Acesso em: 12 jan. 2021.

GONÇALVES, Juliano Costa. Confiança na comunicação de risco sobre o covid-19 no Brasil: desafios e perspectivas. In: VALENCIO, Norma; OLIVEIRA, Celso. (org.). Covid-19 crise entremeadas no contexto de pandemia antecedentes cenários e recomendações. São Carlos: UFSCar/CPOI, 2020. p. 383 – 412. Disponível em: https://www.sibi.ufscar.br/arquivos/covid-19-crises-entremeadas-no-contexto-de-pandemia-antecedentes-cenarios-e-recomendacoes.pdf?fbclid=IwAR3CShlaa3WNOUoFiqllcY4ZQK5usV9_Gg_zjFPr-wIERIZLCeveMIf8-iM. Acesso em: 12 jan. 2021.

IBGE. Censo Demográfico 2000-2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: http://www.censo2010.ibge.gov.br/primeiros_dados_divulgados/index.php?uf=33. Acesso em: 27 nov. 2021.

JESSICA MAYARA. Coronavírus: fake news atinge 110 milhões de brasileiros. Estado de Minhas Gerias Saúde e Bem viver. Estado de Minas, 21 de maio 2020. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/bem-viver/2020/05/21/interna_bem_viver,1149424/coronavirus-fake-news-atinge-110-milhoes-de-brasileiros.shtml. Acesso em: 16 jan. 2021.

KAUFMAN, Dora. A inteligência artificial mediando a comunicação: impactos da automação. In: BARBOSA. Mariana (org.). Pós – verdade e fake news. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019. p. 49-58.

KNECHTEL, Maria do Rosário. Metodologia da pesquisa em educação: uma abordagem teórico-prática dialogada. Curitiba: Intersaberes, 2014.

LEVITSKY, Steven; ZIBLATT, Daniel. Como as democracias morrem. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

MATOS, Heloiza Helena Gomes de. A comunicação pública na perspectiva da teoria do reconhecimento. In: KUNACHI, Margarida (org.). Comunicação pública, sociedade e cidadania. São Caetano do Sul: Difusão Editora, 2011. p. 282 – 285.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Coronavírus. 2022. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus. Acesso em: 15 nov. 2022.

OCHS, Daniela Machado; MACHADO, Daniela; FERRARI, Ana Claudia. Guia de educação midiática. São Paulo: Instituto Palavra Aberta, 2020.

OMS. Comunicação de riscos em emergências de saúde pública: um guia da OMS para políticas e práticas em comunicação de risco de emergência. Genebra: Organização Mundial da Saúde, 2018.

PREFEITURA DE SÃO PAULO. Coronavírus. 2022. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/doencas_e_agravos/coronavirus/index.php?p=295099. Acesso em: 15 nov. 2022.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2020.

RIBEIRO, Eva Márcia Arantes Ostrosky; MAINIERI, Tiago. A comunicação pública como processo para o exercício da cidadania: o papel das mídias sociais na sociedade democrática. ORGANICOM, São Paulo, v. 8, n. 14, p. 49-61, jun. 2011. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139084/134433. Acesso em: 12 jan. 2021.

SANTAELLA, Lucia. A pós-verdade é verdadeira ou falsa?. São Paulo: Estação das Letras. 2018.

SANTAELLA, Lucia. Comunicação e pesquisa. São Paulo: Hacker Editores, 2002.

SÃO PAULO (Estado). Contra o novo coronavírus. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 2020. Disponível em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/. Acesso em: 21 maio 2021.

SENADO FEDERAL. Relatório de Pesquisa – 2019. Pesquisa sobre redes sociais, notícias falsas e privacidade de dados na internet. Brasília. DataSenado, 2019. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/institucional/datasenado/publicacaodatasenado?id=mais-de-80-dos-brasileiros-acreditam-que-redes-sociais-influenciam-muito-a-opiniao-das-pessoas. Acesso em: 15 jan. 2021.

WEBER, Maria Helena. Estratégias da comunicação de Estado e a disputa por visibilidade e opinião. In: KUNSCH, Margarida (org.). Comunicação pública, sociedade e cidadania. São Caetano do Sul: Difusão, 2011. p. 101-119.

Downloads

Publicado

21-12-2022

Como Citar

SIMÕES DAMASCENO, M.; CHIACHIRI , R. A comunicação pública no combate à desinformação na pandemia de COVID-19: o caso do Governo do Estado de São Paulo. Revista de Estudos Universitários - REU, Sorocaba, SP, v. 48, p. e022020, 2022. DOI: 10.22484/2177-5788.2022v48id4980. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/reu/article/view/4980. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos