Práticas pedagógicas e a formação de novos pesquisadores em Psicologia Educacional:

contribuição do campo de Políticas Públicas e Processos Educacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2018v20n1p149-167

Resumo

Neste artigo apresentamos um relato de experiência sobre práticas pedagógicas desenvolvidas no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Educacional, nível de mestrado e doutorado, do Centro Universitário campus Vila Yara, Osasco, São Paulo, Brasil. O relato propõe responder a seguinte pergunta: Qual a contribuição da disciplina de “Políticas Publicas e Processos Educacionais”, para os futuros pesquisadores? Desse modo, descrevemos a prática pedagógica empreendida ao longo dela e interpretamos as suas implicações. Destacamos que a disciplina proporcionou aos alunos: oportunidade de crescimento e amadurecimento para o desenvolvimento dos respectivos projetos de pesquisas, além de aprimorar as discussões sobre políticas púbicas no contexto educacional na sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antonio Batista da Silva, Centro Universitário Fieo

Investigador em pós-doutorando no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra(CES),Coimbra ,Portugal, onde integra o Projeto “POLITICS The politics of anti-racism in Europe and Latin America: knowledge production, decision-making and collective struggles”.Financiamento: European Research Council. Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e professor colaborador do Programa de pós-graduação em Psicologia Educacional do Centro Universitário Fieo,Osasoc,SP,Brasil.

Publicado

2018-04-24

Como Citar

SILVA, M. A. B. DA. Práticas pedagógicas e a formação de novos pesquisadores em Psicologia Educacional:: contribuição do campo de Políticas Públicas e Processos Educacionais. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 20, n. 1, 24 abr. 2018.

Edição

Seção

Artigos