Paradigmas educacionais em disputa nas escolas:

organizações sociais de tipo operacional ou instituições sociais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2020v22n1p95-115

Resumo

Fundamentado teoricamente no materialismo histórico-dialético, este artigo resulta de pesquisa bibliográfica e documental. O objetivo do texto é identificar conceitos que ajudem a responder quais paradigmas estão em disputa no processo de orientação do desenvolvimento das instituições escolares, particularmente as públicas. Desse modo, são apresentados, além dos conceitos de educação e de escola, os de instituição social, organização social de tipo operacional e de paradigma educacional crítico e não crítico. Como exercício de análise concreta de situação concreta, procedimento fundamental da epistemologia marxiana, os referidos conceitos são empregados na análise dos planos de governo dos candidatos que disputaram o segundo turno das eleições presidenciais de 2018 no Brasil. Entre as conclusões enunciadas, destaca-se a assertiva da centralidade do conceito de educação ao entendimento da tensão vivida nas escolas para se transformarem em organizações sociais de tipo operacional, elas que são instituições sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Francisco Martins, UFSCAR - Campus Sorocaba

Professor Associado da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) – DCHE (Departamento de Ciências Humanas e Educação), mestre e doutor em Educação pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Líder do GPTeFE (Grupo de Pesquisa Teorias e Fundamentos da Educação), Editor do periódico Crítica Educativa e bolsista PQ-CNPq.

Publicado

2020-04-15

Como Citar

MARTINS, M. F. Paradigmas educacionais em disputa nas escolas: : organizações sociais de tipo operacional ou instituições sociais. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 22, n. 1, 15 abr. 2020.

Edição

Seção

Dossiê - História, historiografia: políticas e práticas