Agenda 2030

desafios da pedagogia inclusiva à educação física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2020v22n3p721-739

Palavras-chave:

Educação inclusiva., Educação física., Atividades motoras., Agenda 2030

Resumo

A Educação Inclusiva permanece um grande desafio para todos os sistemas educativos.  Consagrada com um dos Objetivos do Milénio, a Inclusão enfrenta dificuldades de se afirmar em sistemas educativos que não foram concebidos para lidar com todo o universo de alunos e alunas.  Este ensaio apresenta o conceito de Inclusão e discute este conceito na sua relação com os valores e práticas da Educação Física.  São igualmente discutidos cinco desafios que assumem maior relevância quando se trata de criar efetivos ambientes inclusivos na área das atividades motoras: as atividades, as metodologias, a avaliação, a cooperação e formação dos professores e ainda a criação de ambientes inclusivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luzia Mara Silva Lima-Rodrigues, Universidade Lusófona de Lisboa

Dedica sua vida promovendo a equidade e a inclusão na educação e na sociedade. Sua luta pelos Direitos Humanos começou no Brasil, onde foi diretora de uma faculdade de educação e trabalhou, sobretudo, na formação de professores de origem social baixa. Doutora em Educação, apoia escolas públicas para garantir a aprendizagem de alunos desfavorecidos e com dificuldades de aprendizagem. Formada em Psicopedagogia e em Sociodrama. Dirige grupos de educadores-atores que dramatizam ?cenas escolares?, promovendo reflexões críticas sobre exclusão e demonstrando como as pedagogias podem ser mais inclusivas. Em Portugal, é vice-diretora do Mestrado em Educação Especial da Universidade de Humanidades e Tecnologias de Lusófona, é professora da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal e CEO da Vindas Educação Internacional. 

David António Rodrigues, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Motricidade Humana/Fórum de Estudos de Educação Inclusiva

Professor de Educação Especial, ingressou como docente na Universidade Técnica de Lisboa em 1980. Doutorou-se com uma tese sobre crianças com Paralisia Cerebral e obteve o título de ?Agregado? na mesma Universidade em 1999. Em 2016 iniciou a carreira de docente universitária como Professor Catedrático (UPt). Coordenou o Pólo do Projeto Minerva da Universidade Técnica (1987/1993), - Tecnologias Digitais para alunos com deficiência. Na mesma Universidade coordenou o Mestrado em Educação Especial (1991-2009) e o Curso de Terapias Expressivas (1999), primeiros cursos com esta temática em universidades portuguesas. Lecionou como Professor Convidado em várias universidades portuguesas (Porto, Coimbra, Lisboa, Açores) e estrangeiras (KUL -Bélgica, UNICAMP, UEDESC, UNESP e UFES -Brasil e USJ - China) entre outras. Realizou um pós-doutoramento na Virginia State University (EUA).

Referências

AINSCOW, M. Struggles for equity in education: the selected works of mel Ainscow. Londres: Routledge, 2015.

AINSCOW, M. Promoting inclusion and equity in education: lessons from international experiences. Nordic Journal of Studies in Educational Policy, UK, v. 6, n. 1, p. 7-16, 2020. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/20020317.2020.1729587?src=. Acesso em: 15 maio 2020.

ALVES, I. Enacting education policy reform in Portugal – the process of change and the role of teacher education for inclusion. European Journal of Teacher Education, UK, v. 43, n. 1, p. 64-82, fev. 2020.

BENITO, R. M.; SÁNCHEZ, G. S. El aprendizaje cooperativo en la clase de educación física: dificultades iniciales y propuestas para su desarrollo. Revista Educación, Costa Rica, v. 44, n. 1, p. 19-29, jul. 2019. Disponível em: https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/educacion/article/view/35617. Acesso em: 15 abr. 2020.

BOOTH, T.; AINSCOW, M. The index for inclusion: a guide to school development led by inclusive values. 4. ed. Cambridge: Index for Inclusion Network Limited, 2016.

BROTTO, F. O. A pedagogia da cooperação: construindo um mundo onde todos podem VenSer. In: JARES, Xesús R. (org.). Educación e paz II: presente e futuro da construción da Paz. Vigo: Edicións Xerais de Galici, 2008. p. 161-164.

FIALHO, N. Aprovado Diploma que devolve à Educação Física o seu estatuto no Ensino Secundário. Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto. Palhais, Portugal, 18 jun. 2018. Disponível em: https://cnapef.wordpress.com/2018/06/18/aprovado-diploma-que-devolve-a-educacao-fisica-o-seu-estatuto-no-ensino-secundario/. Acesso em: 13 abr. 2020.

FLEMING, N.; BAUME, D. Learning Styles Again: VARKing up the Right Tree! Educational Developments, [S.I.], v. 7, n. 4, p. 4-7, nov. 2006. Disponível em: https://www.vark-learn.com/wp-content/uploads/2014/08/Educational-Developments.pdf. Acesso em: 13 abr. 2020.

FLORIAN, L.; BEATON, M. Inclusive pedagogy in action: getting it right for every child, International Journal of Inclusive Education, Austrália, v. 22, n. 8, p. 870-884, 2018.

FREIRE, J. B. Um mundo melhor, uma outra educação física. In: RODRIGUES, David. (org.). Atividade motora adaptada: a alegria do corpo. São Paulo: Artes Médicas, 2006. p. 51- 74.

GODMAN, H. Regular exercise changes the brain to improve memory, thinking skills. Harvard Health Publishing, Estados Unidos, 9 abr. 2014. Disponível em: http://www.health.harvard.edu/blog/regular-exercise-changesbrain-improve-memory-thinking-skills-201404097110. Acesso em: 21 mar. 2020.

GRENIER, M.; MILLER, N.; BLACK, K. Applying Universal design for learning and the inclusion spectrum for students with severe disabilities in general physical education. Journal of Physical Education, Recreation & Dance, UK, v. 88. n. 6, p. 51-56, 2017.

HARGREAVES, L. The Whole-school Approach to Education for Sustainable Development: From Pilot Projects to Systemic Change. Policy e Practice - A Development Education Review, Belfast, n. 6, p. 69-74, 2008.

LEITE, W. L.; SVINICKI, M.; SHI, Y. Attempted Validation of the Scores of the VARK: Learning Styles Inventory With Multitrait–Multimethod Confirmatory Factor Analysis Models. Educational and Psychological Measurement, [S.I.], v. 70, n. 2, p. 323-339, abr. 2010. Disponivel em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0013164409344507. Acesso em: 21 mar. 2020.

LIEBERMAN. L. J. et al. The modified physical education class: an option for the least restrictive environment. Journal of Physical Education, Recreation & Dance, UK, v. 88. n. 7, p. 10-16, 2017.

LIMA, L. O Tao da educação: a filosofia oriental na escola ocidental. São Paulo: Ágora, 2000.

LIMA-RODRIGUES, L. Formação ativa e expressiva de professores: “bagunçando o coreto” para estimular a inclusão! Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 30, n. 59, p. 709-722, 2017.

LIMA-RODRIGUES, L. et al. Percursos de educação inclusiva em Portugal: dez estudos de caso. Lisboa: Fórum de Estudos de Educação Inclusiva/Edições FMH, 2007.

LIMA-RODRIGUES, L.; SANTOS, G. D.; TRINDADE, A. R. Pedagogias expressivas na formação de professores. Journal of Research in Special Educational Needs, London, v. 16, n. 1, p. 813-817, ago. 2016. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/1471-3802.12362. Acesso em: 10 mar. 2020.

MESSIOU, K. The missing voices: students as a catalyst for promoting inclusive education, International Journal of Inclusive Education, Austrália, v. 23, n. 7-8, p. 768-781, 2019.

MEYER, A.; ROSE, D. Universal design for individual differences. The Science of Learning, Austin, v. 58, n. 3, p. 39-43, 2000.

OECD. Ten Steps to Equity in Education. Paris: OECD, 2008. Disponível em: https://www.oecd.org/education/school/39989494.pdf. Acesso em: 3 mar. 2020.

ONU. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. ONU, 2006.

ONU. Transforming our world: the 2030 Agenda for Sustainable Development. 2015. Disponível em: https://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/69/L.85&Lang=E. Acesso em: 29 mar. 2020.

ONU. Universal Declaration of Human Rights. 1948. Disponível em: https://www.un.org/en/universal-declaration-human-rights/. Acesso em: 28 mar. 2020.

PORTUGAL. Relatório nacional sobre a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, por ocasião da Apresentação Nacional Voluntária no Fórum Político de Alto Nível das Nações Unidas. Portugal, 2017. Disponível em: https://www.cig.gov.pt/wp-content/uploads/2017/07/Portugal2017.pdf. Acesso em: 1 mar. 2020.

ROBERTS, J.; WEBSTER, A. Including students with autism in schools: a whole school approach to improve outcomes for students with autism. International Journal of Inclusive Education, Australia, p. 1-18, jan. 2020. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/13603116.2020.1712622. Acesso em: 27 fev. 2020.

RODRIGUES, D. (org.). Atividade motora adaptada: a alegria do corpo. São Paulo: Artes Médicas, 2006a.

RODRIGUES, D. O corpo, a técnica e a identidade. In: RODRIGUES, D. (org.). Os valores e as atividades corporais. São Paulo: Summus, 2008b. p. 11-26.

RODRIGUES, D. Os desafios da equidade e da inclusão na formação de professores. Revista Nacional e Internacional de Educación Inclusiva, Espanha, v. 7, n. 2, p. 5-21, jun. 2014. Disponível em: https://revistaeducacioninclusiva.es/index.php/REI/article/view/140/134. Acesso em: 14 abr. 2020.

RODRIGUES, D. Dimensões de adaptação de atividades motoras. In: RODRIGUES, D. (org.). Atividade motora adaptada: a alegria do corpo. São Paulo: Artes Médicas, 2006b. p. 39-47.

RODRIGUES, D. Direitos humanos e inclusão. Porto: Profedições, 2016.

RODRIGUES, D. Equidade e educação inclusiva. Porto: Profedições, 2013.

RODRIGUES, D. A educação física perante a educação inclusiva: reflexões conceituais e metodológicas. Journal of Physical Education, Maringá, v. 14, n. 1, p. 67-73, 2008a. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3649. Acesso em: 15 mar. 2020.

RODRIGUES, D. (org). Os valores e as atividades corporais. São Paulo: Summus, 2008b.

RODRIGUES, D.; LIMA, L. Dimensões da consciência corporal. A Psicomotricidade, Lisboa, v. 4, p. 46-55, jun. 2004.

RODRIGUES, D.; LIMA-RODRIGUES, L. Educação física: formação de professores e inclusão. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 12, n. 2, p. 317-333, maio/ago. 2017.

RODRIGUES, D.; LIMA-RODRIGUES, L. Formação de professores e inclusão: como se reformam os reformadores? Educar em Revista, Curitiba, n. 41, p. 41-60, jul./set. 2011.

RODRIGUES, D.; LIMA-RODRIGUES, L. Formar professores de educação física numa perspetiva inclusiva. In: MOREIRA, J.; FERREIRA, A.; MENDES, A. (org.). Rumos pedagógicos da educação física em Portugal. Portugal: De Facto Editores, 2012. Capítulo 6.

RUBIO, K. Identidade e limite no esporte contemporâneo: a ética do competir e do vencer. In: RODRIGUES, D. (org.). Os valores e as atividades corporais. São Paulo: Summus, 2008. p. 27-50.

RUSCITTI, R. J.; THOMAS S. G.; BENTLEY, D. C. The experiences of students without disabilities in inclusive physical education classrooms: a review of literature. Asia-Pacific Journal of Health, Sport and Physical Education, Austrália, v. 8, n. 3, p. 245-257, 2017.

SPRATT, J.; FLORIAN, L. Inclusive pedagogy: from learning to action. Supporting each individual in the context of ‘everybody’. Teaching and Teacher Education, Amsterdã, v. 49, p. 89-96, jul. 2015.

UNESCO. Declaração de Salamanca sobre Princípios, Política e Práticas na Áreas das Necessidades Educativas Especiais. Salamanca: Unesco 1994.

UNESCO. Final report of the International Forum on Inclusion and Equity in Education – Every learner matters. Cali, Colombia, p. 11-13, set. 2019a. Disponível em: https://unesdoc.UNESCO.org/ark:/48223/pf0000372651?posInSet=21&queryId=N-208400db-023f-4af8-bc6a-28dfbbc8bf57. Acesso em: 17 mar. 2020.

UNESCO. Manual para garantir inclusão e equidade na educação. Paris: Unesco, 2019b. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000370508.locale=en. Acesso em: 1 fev. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

LIMA-RODRIGUES, L. M. S. .; RODRIGUES, D. A. . Agenda 2030 : desafios da pedagogia inclusiva à educação física. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 721–739, 2020. DOI: 10.22483/2177-5796.2020v22n3p721-739. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/3905. Acesso em: 16 abr. 2021.

Edição

Seção

Dossiê - Educação Física Escolar