Marcas como mediadoras de causas

uma proposta metodológica para a pesquisa em comunicação com o público jovem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22484/2177-5788.2020v46n1p87-106

Palavras-chave:

Publicidade de causa, Marca, Semiótica, Proposta metodológica, Público jovem.

Resumo

O cenário de desconfiança nas instituições tradicionais como caminho para a satisfação de demandas sociais e a incursão de marcas e do público jovem em causas levaram à proposição deste artigo, em que a interação entre instituição e sujeito é realizada por meio da publicidade de causa.  Para tanto foi realizada uma retomada da literatura sobre marketing e publicidade relacionadas a causas, assim como do consumo juvenil nesse contexto, articulando-se à proposta de semiose peirciana e da etnografia contemporânea como um caminho inicial para a pesquisa do potencial de significação, constituindo uma abordagem antropossemiótica. Como proposições decorrentes do percurso teórico engendrando, destacam-se a utilização da netnografia e a avaliação das dimensões da estética, ética e lógica da comercialização e dos negócios marcários, como metodologias rentáveis no contexto da publicidade de causas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AAKER, David. Criando e administrando marcas de sucesso. São Paulo: Futura, 1996.

ADKINS, Sue. Cause related marketing: who cares wins. Oxford: Butterworth-Heinemann, 1999.

AGAMBEN, Giorgio. O que é contemporâneo? E Outros Ensaios. Tradução: Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó: Argos, 2013.

AMA – American Marketing Association - Marketing definitions. Disponível em:

http://www.marketingpower.com/content4620.php. Acesso em: 05 jan. 2020.

ARNALD, Mark J.; FISHER, James E. Counterculture, criticisms, and crisis: assessing the effect of the sixties on marketing thought. Journal of Macromarketing, Nova Iorque: Sage Publications, v. 16, n. 1, p. 118-133, 1996.

BAVGROUP – About BAV. Disponível em: https://www.bavgroup.com/about-bav. Acesso em: 20 de dez. 2019.

BARONE, Michael J.; MIYAZAKI, Anthony D.; TAYLOR, Kimberly A. The influence of cause-related marketing on consumer choice: does one good turn deserve another? Journal of the Academy of Marketing Science, Nova Iorque, v. 28, n. 2, p. 248-262, 2000.

BARTELS, Roland. The history of marketing thought. Columbus, OH: Grid, 1988.

BLOOMBERG – The rise of Gen Z. Disponível em: https://www.bloomberg.com/gen-z. Acesso em: 20 de dez. 2019.

BOLONAS, Sara. Publicidade sem código de barras: contributos para o conhecimento da publicidade a favor de causas sociais em Portugal. Portugal: Edições Húmus, 2011.

BORELLI, Silvia; OLIVEIRA, Rita. C. de. Jovens urbanos, cultura e novas práticas políticas: acontecimentos estético-culturais e produção acadêmica brasileira (1960-2000). Revista Internacional de Filosofía Iberoamericana y Teoría Social, Maracaibo, v.15, n. 50, p. 57 – 69, 2010.

BRASIL – Senado Federal - Estatuto da juventude: atos internacionais e normas correlatas. – Brasília, 2013.

CANCLINI, Néstor G. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.

CANCLINI, Néstor G.; CRUCES, Francisco; POZO, Maritza U. (org.). Jóvenes, culturas urbanas y redes digitales. Madrid: Fundação Telefônica / Editora Ariel, 2012.

CARAH, Nicholas. Algorithmic brands: A decade of brand experiments with mobile and social media. New Media & Society, Nova Iorque: Sage Journal, v. 19, n. 3, p. 384-400, 2017.

CASAQUI, Vander. Por uma teoria da publicização: transformações no processo publicitário. Revista Significação, São Paulo, n. 36, p. 131- 150, 2011.

CIAMPA, Antonio C. Identidade. In: LANE, Silvia T. M.; CODO, Wanderley [orgs.]. Psicologia social: o homem em movimento. São Paulo: Brasiliense, 1984.

CRANE, Andrew; DESMOND, John. Societal marketing and morality. European Journal of Marketing, UK, v. 36. 5/6, p. 548 – 569, 2002

DRIGO, Maria Ogécia; SOUZA, Luciana C. P. Aulas de semiótica peirceana. São Paulo: Annablume, 2013

EDELMAN. Trust Barometer Special Report - In Brands We Trust? Disponível em: https://www.edelman.com/sites/g/files/aatuss191/files/2019-07/2019_edelman_trust_barometer_special_report_in_brands_we_trust.pdf. Acesso em: 20 dez. 2019.

ERNST YOUNG. What if the next big disruptor isn’t a what but a who? Gen Z is connected, informed and ready for business. Disponível em: https://www.ey.com/Publication. Acesso em: 20 dez. 2019.

FORACCHI, Marialice M. A juventude na sociedade moderna. São Paulo: Edusp, 2018.

GILLESPIE, Tarleton. The relevance of algorithms. In: GILLEPSIE, TL; BOCZKOWSKI, P.J.; FOOT, K. (eds.), Media Technologies, Essays on Communication, Materiality and Society. Cambridge, MA: MIT Press, 2014.

GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 47, p. 333-361, 2011.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

HOEFFLER, Steve; KELLER, Kelvin Lane. Building Brand Equity through Corporate Societal Marketing. Journal of Public Policy and Marketing, Nova Iorque, v. 21, n. 1, p. 78 – 89, 2002. Disponível em:

https://pdfs.semanticscholar.org/3294/940fea900435754c573b9325a2dac963cdcc.pdf. Acesso em: 10 jan. 2020

HOWIE, Katharine M.; YANG, Lifeng; VITELL, Scott; BUSH, Victoria; VORHIES, Doug. Consumer Participation in Cause-Related Marketing: an examination of effort demands and defensive Denial. Journal of Business Ethics, Berlim: Springer. v. 147, 3, p. 679–692, 2018.

HUNT, Shelby D. The nature and scope of marketing. The Journal of Marketing, Nova Iorque, v. 40, n. 3, p. 17-28, 1976.

INTERBRAND. Best global brands 2019 – Methodology. Disponível em:

https://www.interbrand.com/best-brands/best-global-brands/methodology/. Acesso em: 20 dez. 2019.

IPSOS. Estudo de Marketing Relacionado à Causa 2019. Disponível em: https://www.ipsos.com/pt-br/estudo-marketing-relacionado-causa-2019. Acesso em: 20 dez. 2019.

KOTLER, Philip; ZALTMAN, Gerald. Social Marketing. Journal of Marketing. Nova Iorque, v. 35, n. 3, p. 3-12, 1971.

KOTLER, Philip; LEVY, Sidney. Boardening the concept of marketing. Journal of Marketing, Nova Iorque, n. 33, v. 1, 1969.

KOZINETS, Robert V. The Field Behind the Screen: using netnography for marketing research in online communities. Journal of Marketing Research. Nova Iorque, v. 39, p. 61-72, 2002. Disponível em:

https://www.nyu.edu/classes/bkg/methods/netnography.pdf. Acesso em: 15 nov. 2019.

KIM, Hyuksoo; YOUN, Seounmi; LEE, Doohwang. The effect of corporate social responsibility reputation on consumer support for cause-related marketing. Total Quality Management & Business Excellence. UK: Routledge Taylor & Francis Group, 2017.

LEITE, Francisco; BATISTA, Leandro (orgs.). Publicidade antirracista: reflexões, caminhos e desafios. São Paulo: ECA - USP, 2019

LYOTARD, Jean-François. A condição pós-moderna. 9. ed. Trad. Ricardo Corrêa Barbosa. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.

LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução à teoria do Ator-Rede. Salvador; Bauru: EDUFBA; EDUSC, 2012.

MACHADO, Mônica. Consumo e politização: discursos publicitários e nos engajamentos juvenis. Rio de Janeiro: Mauad / Faperj, 2011.

MACHADO, Mônica. Antropologia digital e experiências virtuais no Museu de Favela. Curitiba: Appris, 2017.

MILLER, Daniel. Trecos, troços e coisas. Rio de Janeiro: Zahar, 2013

MOZDZENSKI, Leonardo. A publicidade-documentário e a construção discursiva do efeito de real em prol da causa LGBTQ. Revista Ícone, Recife, v. 17, n. 2, 107–124, 2019.

NARVER, John C.; SLATER, Stanley F. The Effect of a Market Orientation on Business Profitability. Journal of Marketing, Nova Iorque, v. 54, n. 4, p. 20–35, 1990.

NOACK, Juliane. A ideia de identidade sob uma perspectiva semiótica. Revista Galáxia, São Paulo, n. 12, p. 103-113, 2006.

PEIRCE, Charles S. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1995.

PEREIRA, Cláudia. Culturas, consumos e representações midiáticas da juventude. Curitiba: Apris, 2017.

PEREZ, Clotilde. Ecossistema publicitário: O crescimento sígnico da publicidade. In: XXXIX Congresso Intercom, São Paulo/SP, 2016. Anais do Intercom, São Paulo, 29, 1-12, 2016.

PEREZ, Clotilde; POMPEU, Bruno; SANTAELLA, Lucia. Semiótica da Causa nas Relações de Consumo: os vínculos de sentido entre acaso, causação eficiente e propósito em campanhas publicitárias. In: Anais XXVIV Compós, 2020 (in press).

PEREZ, Clotilde; TRINDADE, Eneus. Três dimensões para compreender as mediações comunicacionais do consumo. MATRIZes, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 109-126, 2019.

PEREZ, Clotilde. Há limites para o consumo? São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2020

PNAD - Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua 2018. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101654_informativo.pdf. Acesso em: 20 dez. 2019.

ROCHA, Everardo; PEREIRA, Cláudia. Juventude e consumo: um estudo sobre a comunicação na cultura contemporânea. Rio de Janeiro: Mauad, 2009.

SAFATLE, Vladimir. O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo. Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

SANTAELLA, Lucia. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2012.

SILVA, Keliny; COVALESKI, Rogério. Indícios de uma possível reconfiguração do papel da comunicação publicitária frente à demanda por práticas socialmente responsáveis. Revista Ícone, Recife, v. 17, n. 2, 213–228, 2019.

SHAW, Eric H; JONES, D. G. Brian. A history of schools of marketing thought. Marketing Theory, Londres, v. 5, n. 3, p. 239-281, 2005.

SCHNEIDER, Felipe; LUCE, Fernando B. Marketing social: abordagem histórica e desafios contemporâneos. Revista Brasileira de Marketing – ReMark, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 123-137, 2014.

TRINDADE, Eneus; PEREZ, Clotilde; TEIXEIRA FILHO, Clóvis. Tendências das pesquisas em publicidade e consumos nos periódicos nacionais e internacionais de comunicação: um panorama sobre o estudo do algoritmo. In: XXVIII Encontro Anual da Compós, Porto Alegre/RS, 2019. Anais XXVIII Compós, Porto Alegre, 2019.

UNESCO - By youth, with youth, for youth. Disponível em: https://en.unesco.org/youth. Acesso em: 20 dez. 2019.

VARADARAJAN, P. Rajan; MENON, Anil. Cause-Related Marketing: a coalignment of marketing strategy and corporate philanthropy. Journal of Marketing, Nova Iorque, v. 52. p. 58-74, 1988.

VERIZA MEDIA. Content moments. Disponível em: https://www.verizonmedia.com/. Acesso em: 20 dez. 2019.

WILKIE, William L.; MOORE, Elizabeth S. Scholarly research in marketing: exploring the" 4 Eras" of thought development. Journal of Public Policy & Marketing, Nova Iorque, p. 116-146, 2003.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis: Vozes, 2014.

Publicado

2020-07-20

Como Citar

TEIXEIRA FILHO, C. .; PEREZ, C. Marcas como mediadoras de causas: uma proposta metodológica para a pesquisa em comunicação com o público jovem. Revista de Estudos Universitários - REU, v. 46, n. 1, p. 87-106, 20 jul. 2020.