Reflexões sobre o ato responsável nas narrativas de estágio curricular na formação inicial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2022v24id3833

Palavras-chave:

formação de professores, narrativas docentes, estágio curricular

Resumo

Este artigo tem como pretensão discutir o processo de formação de professores pelo registro de narrativas de suas experiências em estágio curricular nos anos iniciais do ensino fundamental, a partir do trabalho pedagógico realizado em 2015. A temática central é o papel das narrativas como forma de produção de conhecimento, em especial na construção de um processo de profissionalização ética e responsável do futuro professor. Assume-se o estágio curricular como espaço de vivência e implicação dos estudantes na sua futura profissão, numa visão de intrínseca relação entre teoria e prática. Os questionamentos centrais que eram realizados junto aos estudantes e que potencializaram a discussão deste artigo foram: Como, enquanto futuros professores, são pensados os posicionamentos em situações dilemáticas do cotidiano escolar? Como estão sendo compreendidos os princípios pedagógicos que se enredam nos processos formativos? Enfim, como estão se tornando professores? A partir de uma das narrativas construídas, há a articulação da ideia de como a escrita proporciona espaço para o reconhecimento do conhecimento construído sobre ser professor na dimensão da particularidade e na relação com a resposta necessariamente responsável dos sujeitos que vivem suas histórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Varani, UNICAMP - Faculdade de Educação

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas, mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e estágio realizado durante o doutorado na Universidade de Barcelona. Atua como professora na Universidade Estadual de Campinas. 

Antonio Marcelo Campos, Rede Estadual de Ensino de São Paulo

Possui graduação com licenciatura plena em Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. É professor de Filosofia pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Referências

ARROYO, Miguel. G. O estágio supervisionado como alternativa à melhoria do ensino. Rio de Janeiro, 1987. Mimeo.

BAKHTIN, Mikhail M. Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.

BAKHTIN, Mikhail M. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Brasília: Líber Livro Editora, 2004. (Série Pesquisa em Educação, v. 3).

BRUNER, Jerome. Realidade mental: mundos possíveis. Porto Alegre: Artes Médicas. 1997.

CASTRO, Edmilson. A produção do registro do educador: decifrando sinais. In: BITTENCOURT, Agueda B.; OLIVEIRA JUNIOR, Wenceslao M.; RUS PEREZ, José Roberto. Estudo, pensamento e criação. Campinas: FE/UNICAMP, 2005. v. 3, p. 17-18.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F. M. Pesquisa narrativa: experiência e história em pesquisa qualitativa. Uberlândia: EDUFU, 2015.

CUNHA, Maria Isabel da. Conta-me agora!: as narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Rev. Fac. Educ., São Paulo, v. 23, n. 1-2, jan. 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-25551997000100010&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 30 maio 2019.

EZPELETA, Justa; ROCKWELL, Elsie. Pesquisa participante. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREITAS, Helena. Costa. Lopes de. O trabalho como princípio articulador da teoria-prática: uma análise da prática de ensino e estágios supervisionados na habilitação magistério do curso de pedagogia da FE-UNICAMP. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, UNICAMP, Campinas, 1993.

GERALDI, João W. Ancoragens: estudos bakhtinianos. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.

GERALDI, João. W. A aula como acontecimento. São Carlos: Pedro & João Editores, 2015.

GERALDI, João. W. Bakhtin tudo ou nada diz aos educadores: os educadores podem dizer muito com Bakhtin. In: FREITAS, Maria Teresa Assunção. (org.). Educação, arte e vida em Bakhtin. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. p. 11-28.

KRAMER, Sonia. A educação como resposta responsável: apontamentos sobre o outro como prioridade. In: FREITAS, Maria Teresa Assunção. (org.). Educação, arte e vida em Bakhtin. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. p. 29-46.

LIMA, Maria Emília Caixeta de Castro; GERALDI, Corinta Maria Grisolia; GERALDI, João Wanderley. O trabalho com narrativas na investigação em educação. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 31, n. 1, p. 17-44, jan./mar. 2015.

LUC, Ferry; VINCENT, Jean-Didier. O que é o ser humano? Sobre os princípios fundamentais da filosofia e da biologia. Petrópolis: Vozes, 2011.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e docência: diferentes concepções. Poíesis Pedagógica, Goiás, v. 3, n. 3-4, p. 5-24, 2006. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 20 de abril de 2019.

PRADO. G. V. T.; SERODIO, L. A. Ato Responsável e alteridade: problematizando narrativas docentes em um contexto investigativo. In: PRADO, G. V. T. et al. Metodologia narrativa de pesquisa em educação: uma perspectiva bakhtiniana. São Carlos: Pedro & João Editores, 2015. p. 51-73.

VARANI, A. O registro no estágio de formação de professores para o ensino fundamental. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, v. 14, n. 2, 2012. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/985. Acesso em: 28 jun. 2019.

VARANI, A.; OLIVEIRA, S. O. Tornar-se professora no estágio supervisionado: um processo de implicação e atuação. Linha Mestra, Campinas, n. 29, p. 13-17, maio/ago. 2016.

Downloads

Publicado

2022-08-05

Como Citar

VARANI, A.; CAMPOS, A. M. Reflexões sobre o ato responsável nas narrativas de estágio curricular na formação inicial. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 24, p. e022002, 2022. DOI: 10.22483/2177-5796.2022v24id3833. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/3833. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Demanda