Aulas régias:

luz que emana do trono

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2018v20n1p73-89

Resumo

O presente artigo tem como horizonte reflexões sobre a reforma do ensino que aconteceu no século XVIII, no reinado de D. José I (1750-1777), por meio do Ministro Marquês de Pombal, as aulas régias no Brasil. Nesta perspectiva, aborda-se o ideário iluminista, no qual a atuação da Igreja deveria ser restritamente vinculada aos aspectos referentes à religiosidade, enquanto unicamente o Estado engajar-se-ia na implantação, consolidação e manutenção da educação da população. Em sequência, tratam-se das estratégias para a manutenção, expansão e continuidade das aulas régias. Por fim, este estudo sinaliza que compreender a atuação do Marquês como retrocesso do ensino significa negar a relevância das ideias iluministas como objeto passível de análise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - ProPEd/UERJ (Conceito CAPES 7), com período de estágio no exterior financiado pela CAPES, realizado no programa de Pós-graduação em História da Universidad Alcalá (Madri - Espanha), mestre em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis, especialista em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música - Centro Universitário (CBM-CEU), especialista em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica pela Universidade Gama Filho. Fez os cursos de Música (piano) e licenciatura em Educação Artística - Habilitação em Música no CBM-CEU, e o de licenciatura em Pedagogia na Universidade Nove de Julho. Foi membro da equipe que elaborou o currículo de Artes/Música da rede de escolas da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro SEEDUC. Atuou como regente coral do sistema PETROBRAS (2008-2014), como Coordenador Geral Acadêmico e professor dos cursos de graduação e pós-graduação do CBM-CEU e Vice-diretor Geral da Faculdade de Belford Roxo - RJ. Hoje trabalha como avaliador do Ministério da Educação - MEC/INEP nos processos de regulação para autorização e reconhecimento de cursos de graduação e como professor do curso de graduação em Música  e Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí - UFPI. Apresentou trabalhos em eventos científicos internacionais no Brasil, Espanha, Portugal, México, Argentina e Colômbia.

Publicado

2018-04-23

Como Citar

MONTI, E. M. G. DO. Aulas régias:: luz que emana do trono. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 20, n. 1, 23 abr. 2018.

Edição

Seção

Artigos