Expansão do mercado escolar, parentocracia e o Colégio Militar de Campo Grande (CMCG)

Palavras-chave: Estratégias familiares., Colégio militar., Mercado escolar.

Resumo

Neste texto são discutidas as estratégias familiares de escolarização, principalmente no que se referem aos investimentos familiares no “mercado escolar”, constituído por estabelecimentos escolares que visam o acesso e permanência no Colégio Militar de Campo Grande (CMCG)[1]. Busca-se compreender essas estratégias e os tipos de investimentos nesse mercado em expansão. As fontes utilizadas são sites escolares, folders, artigos em jornais e revistas, relatórios oficiais do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) e do CMCG - analisados com base em estudos bourdieusianos. As informações produzidas e analisadas atestam a existência de um “mercado escolar” emergente em Campo Grande-MS, isto porque as famílias não creditam exclusividade do ensino aos estabelecimentos escolares, haja vista a busca por serviços de apoio e reforço escolar que se avolumam no município estudado.

 

[1] O Colégio Militar de Campo Grande faz parte do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB), sendo este um dos subsistemas de ensino do Exército, tendo sob sua responsabilidade a educação básica no nível fundamental, do 6º ao 9º ano, e no nível médio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miriam Ferreira de Abreu da Silva, UFMS

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Orientadora Educacional do Colégio Militar de Campo Grande. 

Jacira Helena Pereira do Valle Assis, UFMS

Doutora em educação pela FE/USP. Professora dos Programas de Pós-Graduação em Educação da FAED/UFMS e Antropologia Social/FACH/UFMS, Brasil. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Antropologia e Sociologia da Educação – GEPASE/UFMS.

 

Referências

ANDERSON, Perry. Além do neoliberalismo. In: SADER, Emir; GENTILI, Pablo. (eds.). Pós Neoliberalismo: as políticas sociais e o estado democrático. São Paulo: Paz e Terra, 1995. p. 9-23.

APPLE, Michael. Educando à direita: mercados, padrões, Deus e desigualdades. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 2003.

BALL, Stephen. Class strategies and the educacional market: the middle classes and social advantage. Londres: Routledge Falmer, 2003.

BALL, Stephen. Classes sociales. In: VAN ZANTEN, A. (org.). Dictionnaire de l’éducation. Paris: PUF, 2008. p. 55-59.

BALL, Stephen. Mercados educacionais, escolha e classe social: o mercado como estratégia de classe. In: GENTILI, Pablo. (org.). Pedagogia da exclusão: crítica ao neoliberalismo em educação. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1995. p. 196-227.

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2007.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. 6. ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de auto-análise. São Paulo: Cia das Letras, 2005.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. 9. ed. Campinas: Papirus, 2008.

BOURDIEU, Pierre; NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio M. Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

CAMPO GRANDE: IDEB 2017. Disponível em: http://www.qedu.org.br/cidade/547-campo-grande/ideb. Acesso em 08 jul. 2017.

CARDOZO, Elverson. Crianças se preparam ‘como gente grande’ por vaga no Colégio Militar. Campo Grande News (on line), Campo Grande, 20 ago. 2013. Disponível em: https://www.campograndenews.com.br/cidades/criancas-se-preparam-como-gente-grande-por-vaga-no-colegio-militar. Acesso em: 14 set. 2017.

CASTRO, Ramón Peña. Escola e mercado: a escola face à institucionalização do desemprego e da precariedade na sociedade colocada ao serviço da economia. Perspectiva, Florianópolis, v. 22, n. 1, p. 79-92, jan./jun. 2004.

COLÉGIO E CURSO ALMIRANTE TAMANDARÉ. Benefícios do cursinho preparatório. Campo Grande, 2018. Disponível em: http://www.colegiotamandare.com.br/site/cursinho/beneficios-cursinho-preparatorio/. Acesso em: 14 jul. 2018.

COLÉGIO E CURSO GERAÇÃO 2001. Quem somos. Campo Grande, 2016. Disponível em: http://www.colegiogeracao2001.com.br/index.html. Acesso em: 16 jan. 2016.

CONNEL, Raewyn et al. Estabelecendo a diferença: escolas, famílias e divisão social. 7. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CEMAR - CENTRO EDUCACIONAL MARECHAL RONDON. Cooperativa. 2018. Disponível em: http://cemar.coop.br/cursos.html. Acesso em: 5 de abr. 2018.

DIOGO, Ana Matias. Estratégias de família e escolas: composição social e efeitos da escola. In: DAYRELL, Juarez et al. (Org.) Família, escola e juventude: olhares cruzados Brasil-Portugal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 172-194.

DIOGO, Ana Matias. Do envolvimento dos pais ao sucesso escolar dos filhos: mitos, críticas, e evidências. Revista Luso-Brasileira de Sociologia da Educação, Rio de Janeiro, n. 1, p. 71-96, mar. 2010.

ESCOLA GENERAL OSÓRIO. Etapas de ensino. Campo Grande, 2014. Disponível em: http://egocg.com.br/ego?cat=3. Acesso em 15 de abr. 2014.

ESCOLAS.INF.BR. Escolas pública e particulares de Campo Grande/MS. Campo Grande, 2016. Disponível em: http://www.escolas.inf.br/ms/campo-grande. Acesso em: 17 abr. 2017.

FORMIGA, F. O. N. Como montar um serviço de reforço escolar. [s. l]: SEBRAE, 2008. (Ideias de Negócios).

GRUPO ZAION. Você consegue imaginar o tamanho do mercado de reforço escolar? Campinas: ZAIOM Brasil Franquias, 2015. Disponível em: http://zaiom.com.br/microfranquia-tutores-reforco-escolar.asp. Acesso em: 14 jun. 2017.

INSTITUTO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO URBANO (PLANURB). Perfil socioeconômico de Campo Grande - 2015. 23. ed. Campo Grande: PLANURB, 2016.

NOGUEIRA, Maria Alice. A relação família-escola na contemporaneidade: fenômeno social/interrogações sociológicas. Análise Social, Lisboa, v. 40, n. 176, p. 563-578, 2005.

NOGUEIRA, Maria Alice. A escolha do estabelecimento de ensino pelas famílias: a ação discreta da riqueza cultural. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 7, p. 42-56, jan./ mar. 1998.

NOGUEIRA, Maria Alice. Classes médias e escola: novas perspectivas de análise. Currículo sem Fronteiras [on-line], v. 10, n. 1, p. 213-231, jan./jun. 2010.

NOGUEIRA, Maria Alice. Um tema revisitado: as classes médias e a educação escolar. In: DAYRELL, J. et al. (org.). Família, escola e juventude: olhares cruzados Brasil-Portugal. Belo Horizonte: UFMG, 2012. p. 110-131.

NOGUEIRA, Maria Alice; ROMANELLI, Geraldo; ZAGO, Nair. (org.). Família e escola: trajetórias de escolarização em camadas médias e populares. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

ORIQUI, Valquíria. Das 10 melhores escolas estaduais, sete estão em Campo Grande. Jornal Correio do Estado (on line), Campo Grande, 4 out. 2016. Disponível em: https://www.correiodoestado.com.br/cidades/campo-grande/campo-grande-tem-sete-escolas-no-rankig-estadual-de-melhor-nota-do/288280/. Acesso em: 8 jul. 2017.

PÉREZ GÓMEZ, Angel. A cultura escolar na sociedade neoliberal. Porto Alegre: ARTMED, 2001.

SEGALLEN, Martine. Sociologia da família. Lisboa: Portugal, Terramar, 1999.

SETTON, Maria da Graça Jacintho. Família, escola e mídia: um campo com novas configurações. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 28, n. 1, p. 107-116, jan./jun. 2002.

TORRES-SANTOMÉ, Jurjo. A educação em tempos de neoliberalismo. Porto Alegre: Artmed, 2003.

TV CANÇÃO NOVA. CN Notícias: aulas de reforço escolar crescem no Brasil. 5 maio 2012. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=yh3A6HDuXfA. Acesso: 4 de jul. 2017.

VAN ZANTEN, Agnés. Choisir son école: stratégies fammiliales et médiations locales. Paris: PUF, 2009.

VAN ZANTEN, Agnés. Reflexividad y elección de la escuela por los padres de la clase media en Francia. Revista de Antropología Social, Madri, n. 16, p. 245-278, 2007.

VAN ZANTEN, A.; DARCHY-KOECHLIN, B. La formation des élites – Introduction. Revue Internationale d’Éducation, Paris, n. 39, p. 19-23, set. 2005.

Publicado
2019-08-30
Como Citar
SILVA, M.; ASSIS, J. H. Expansão do mercado escolar, parentocracia e o Colégio Militar de Campo Grande (CMCG). Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 21, n. 2, p. 459-479, 30 ago. 2019.
Seção
Dossiê - Dimensões socio-histórico-culturais da educação escolar