Mudanças na organização escolar e formação docente continuada em um município do interior paulista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2021v23n1p231-246

Palavras-chave:

Formação continuada, Organização escolar, Trabalho docente

Resumo

O artigo problematiza as ações de formação docente continuada de uma rede municipal de educação no cenário das reformas educacionais implementadas no Brasil a partir dos anos 1990 que acabaram por alterar profundamente a organização escolar. Com base em pesquisa que buscou compreender como são desenvolvidas as ações de formação continuada nas escolas municipais de ensino fundamental de um município do interior paulista, destaca-se que a organização escolar vem sendo modificada por meio de reformas pensadas de forma externa à escola e que modificam o currículo que se pratica em sala de aula, as metodologias, os processos de avaliação e que têm na formação docente um elemento estratégico para promover essas mudanças. Neste sentido, destaca-se na pesquisa a centralidade que a formação promovida pelo Programa Ler e Escrever assumiu no cotidiano das escolas da rede em questão, modificando toda a sua organização, constituindo-se como instrumento de padronização do trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Moraes Abdala Guarda , Prefeitura do Município de Piracicaba - Rede Municipal de Educação de Piracicaba

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Pós Graduação lato sensu em Educação Especial pela Universidade Metodista de Piracicaba e Pós Graduação lato sensu em Psicopedagogia pela Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba. Mestre em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba, no Núcleo de Estudo e Pesquisa Trabalho Docente, Formação de Professores e Políticas Educacionais. Atualmente, é Diretora de Escola Pública, no município de Piracicaba.

Andreza Barbosa , Universidade de Sorocaba - Uniso

Doutora em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus de Araraquara, mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus de Rio Claro. É docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba (UNISO). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Política Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas educacionais, gestão educacional e trabalho docente.

Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha, Centro Universitário Salesiano de São Paulo - Unidade Americana

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. É professora do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo e coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID/UNISAL.

Referências

BALBINO, K. T. S.; FREIRE, R. M. A. C. O Programa Ler e Escrever e o ensino e aprendizagem da leitura e escrita: estudo de caso. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 539-564, abr./jun. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

CUNHA, M. I. O tema da formação de professores: trajetórias e tendências do campo na pesquisa e na ação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 3, p. 609-625, jul./set. 2013.

CUNHA, R. C. O. B.; PRADO, G. V. T. Formação centrada na escola, desenvolvimento pessoal e profissional de professores. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, n. 28, p.101-111, jan./jun. 2010.

DAVID, A.; LOURENCETTI, G. C. A política educacional paulista: o Programa Ler e Escrever. Comunicações, Piracicaba, v. 22, n. 1, p. 53-64, jan./jun. 2015.

DAVIS, C. L. F. et al. Formação continuada de professores: uma análise das modalidades e das práticas em estados e municípios brasileiros. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, v. 34, n. 2, p. 81-166, nov. 2011.

FERNANDES, M. J. S. A coordenação pedagógica em face das reformas escolares paulistas (1996-2007). 2008. Tese. (Doutorado em Educação Escolar) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2008.

GARCIA, M. M. A.; ANADON, S. B. Reforma educacional, intensificação e autointensificação do trabalho docente. Educação & Sociedade, Campinas, v. 30, n. 106, p.63-85, jan./abr. 2009.

GATTI, B. A.; BARRETO, E. A. S. A. (Coord.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

HYPOLITO, A. M.; VIEIRA, J. S.; PIZZI, L. C. V. Reestruturação e curricular e auto-intensificação do trabalho docente. Currículo sem Fronteiras, Brasil, v. 9, n. 2, p. 100-112, jul./dez. 2009.

IMBERNÓN, F. Formação permanente do professorado: novas tendências. São Paulo: Cortez, 2009.

MARX, K. O Capital: crítica da economia política. O processo de produção do capital. São Paulo: Bointempo, 2013. Livro I.

OLIVEIRA, D. A. Mudanças na organização e na gestão do trabalho na escola. In: OLIVEIRA, D. A.; ROSAR, M. F. F. (org.). Política e gestão da educação. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 127-145.

OLIVEIRA, D. A. Trabalho docente e qualidade da educação: tradições e contradições. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO, 23., 2007. Porto Alegre. Anais [...]. Porto Alegre: UFRGS, 2007. p. 1-16.

OLIVEIRA, D. A. A reestruturação do trabalho docente: precarização e flexibilização. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 89, p. 1127-1144, set./dez. 2004.

OLIVEIRA, D. A. et al. Transformações na organização do processo de trabalho docente e suas consequências para os professores. Trabalho e Educação, Belo Horizonte, v. 11, p. 51-65, jul./dez. 2002.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, J. Desenvolvimento profissional dos professores. In: FORMOSINHO. J. (coord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto: Porto Editora: 2009. p. 221-284.

ROSA, S. S. A relação dos professores com o saber em uma proposta curricular padronizada de alfabetização: reflexões sobre o “Programa Ler e Escrever”. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 2-17, jul. 2010.

SANTOS, L. L. C. P. Formação de professores na cultura do desempenho. Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 89, p. 1145-1157, set./dez. 2004.

SANTOS, T. C.; TASSONI, E. C. M. As práticas pedagógicas e o material didático do Programa Ler e Escrever no 1º ano do ensino fundamental. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 96, n. 242, p. 79-95, jan./abr. 2015.

SÃO PAULO. Decreto n. 54.553, de 15 de julho de 2009. Institui o Programa de Integração Estado/Município para o desenvolvimento de ações educacionais nas escolas das redes públicas municipais, autorizando a Secretaria da Educação a representar o Estado de São Paulo na celebração de convênios com a Fundação para o Desenvolvimento da Educação - FDE e municípios paulistas. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 2009a. Disponível em: https://governo-sp.jusbrasil.com.br/legislacao/818036/decreto-54553-09. Acesso em: 9 set. 2018.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Resolução SE n. 66, de 2 de agosto de 2009. Dispõe sobre a implementação do disposto no Decreto nº 54.553, de 15 de julho de 2009, que institui o Programa de Integração Estado/Município para o desenvolvimento de ações educacionais conjuntas que proporcionem melhoria da qualidade da educação nas escolas das redes públicas municipais. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 2009b. Disponível em: http://lereescrever.fde.sp.gov.br/Handler/UplConteudo.ashx?jkasdkasdk=145&OT=O. Acesso em: 9 set. 2018.

SILVA, T. T. Educação Pós-Crítica e formação docente. Cadernos de Educação, Pelotas, n. 8, p. 155-170, jun. 1997.

TASSONI, E. C. M.; FERNANDES, J. O Programa Ler e Escrever: uma experiência no 4º e no 5º ano. Revista Educação PUC Campinas, Campinas, v. 20, n. 1, p. 3-26, jan./abr. 2015

TORRES, R. M. Melhorar a qualidade da educação básica? As estratégias do Banco Mundial. In: TOMMASI, L. et al. O Banco Mundial e as políticas educacionais. São Paulo: Cortez, 1996. p. 125-179.

ZEICHNER, K. M. Uma análise crítica sobre a “reflexão” como conceito estruturante na formação docente. Educação e Sociedade, Campinas, v. 29, n. 103, p. 535-554, maio/ago. 2008.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

GUARDA , V. M. A. .; BARBOSA , A. .; CUNHA, R. C. O. B. . Mudanças na organização escolar e formação docente continuada em um município do interior paulista. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 231–246, 2021. DOI: 10.22483/2177-5796.2021v23n1p231-246. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/4659. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Demanda

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)