Avaliação da Pós-Graduação em educação do Brasil: como superar a imprecisão que reina entre nós?

Autores

  • Isac Pimentel Guimarães
  • Rodrigo de Souza Bulhões
  • Carlos Roberto Massao Hayashi
  • Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi

Resumo

A avaliação dos programas de pós-graduação é uma atribuição legal da CAPES e visa fornecer informações sobre o efeito das políticas implementadas ao longo dos últimos anos. É nesse contexto que o presente trabalho procura apresentar um panorama da avaliação dos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE) no Brasil nos triênios de 2007 e 2010. Desta forma, para o alcance do objetivo proposto, tornou-se necessária a apropriação de fontes e informações específicas, referentes às produções bibliográficas dos PPGE, extraídos da base de dados da CAPES, segundo estratificação Qualis, teses e dissertações defendidas, número de docentes permanentes e nota final da avaliação. Os dados permitem inferir que houve crescimento de PPGE em algumas regiões, ao passo que em outras se mantiveram constantes; os resultados refletem também no tempo de existência dos PPGE, em que as medianas de algumas regiões diminuíram de um triênio para o outro em decorrência de novos cursos, atrelado ao crescimento nas médias de docentes permanentes dos cursos com mais anos de fundação. No que diz respeito à produção científica, foi constatado que os programas com nota três são os mais numerosos, possuem menor tempo de existência e são pouco expressivos no quesito publicação. Sendo assim, o estudo aponta a necessidade de redefinir os recursos e a organização orçamentária para a pós-graduação, bem como a reestruturação de pressupostos e procedimentos idealizados para o Sistema CAPES de Avaliação, com intuito de equalizar as assimetrias regionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-09

Como Citar

GUIMARÃES, I. P.; BULHÕES, R. de S.; HAYASHI, C. R. M.; HAYASHI, M. C. P. I. Avaliação da Pós-Graduação em educação do Brasil: como superar a imprecisão que reina entre nós?. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 17, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/2233. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos