Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TICs), mente do presente-futuro e práticas educativas

Autores

  • Arnaldo Nogaro
  • Estela Mari Santos Simões

Resumo

No artigo, reflete-se sobre a influência das TICs[1]na estruturação da mente humana e os impactos que estão sendo sentidos e verificados na esfera pessoal e psicossocial dos indivíduos. Por meio de pesquisa bibliográfica, procura-se estabelecer um diálogo entre diferentes visões sobre o assunto, levando o leitor a pensar e aprofundar seu olhar sobre a temática. Com aporte em uma análise crítica, busca-se enunciar rumos possíveis para o presente e futuro da educação, pois com tecnologias cada vez mais rápidas e acessíveis alteram-se as formas de ensinar e aprender na contemporaneidade. As instituições escolares e os educadores devem desafiar-se, transformar e ressignificar suas metodologias, para colher com mais eficiência os resultados que almejam na aprendizagem dos alunos.

[1] Ao longo do texto, para denominarmos as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TICs), usaremos também a expressão tecnologias digitais, sem nos preocuparmos com questões semânticas que possam decorrer delas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-13

Como Citar

NOGARO, A.; SIMÕES, E. M. S. Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TICs), mente do presente-futuro e práticas educativas. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, [S. l.], v. 18, n. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/2578. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Demanda