O discurso reacionário de defesa do projeto “Escola sem Partido”:

analisando o caráter antipolítico e antidemocrático

Palavras-chave: Escola sem partido, Educação democrática, Teoria do discurso, Discurso reacionário

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar o discurso reacionário de defesa do projeto “Escola sem Partido”, destacando o seu caráter antipolítico e antidemocrático. O referencial teórico que orientará o estudo será a teoria política do discurso, elaborada por Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, e o debate sobre o modelo adversarial (agonístico) de democracia, proposto por esta última. A empiria analisada será prioritariamente composta de falas dos coordenadores do movimento “escola sem partido” em audiências públicas realizadas na Câmara dos Deputados no ano de 2017. As considerações finais apontam para a necessidade de dialogar mesmo com aqueles que, a princípio, se identificam com esse discurso antidemocrático.

Biografia do Autor

Fernando de Araujo Penna, Universidade Federal Fluminense

Doutor em Educação. Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense; Coordenador do Movimento Educação Democrática.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
PENNA, F. O discurso reacionário de defesa do projeto “Escola sem Partido”:. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, v. 20, n. 3, p. 567-581, 17 dez. 2018.
Seção
Dossiê - Escola sem Partido