Movimentos das identidades e subjetividades na produção de modos de vida

Autores

  • Paola Basso Menna Barreto Gomes Zordan
  • Ana Cleia Christovam Hoffmann

Resumo

Através de revisão bibliográfica, apresentamos autores pós-estruturalistas de amplo uso no campo educacional. Com Deleuze, Foucault e Barthes abordamos a produção de subjetividade nas modas contemporâneas para se pensar uma possível estética da existência que resista à homogeneização. Um primeiro movimento trata a identidade como desfragmentada, partindo da reprodução de um modelo econômico,  em que o corpo ocupa um papel central dentro das inúmeras representações visuais veiculadas  na mídia. Outro movimento se cria a partir de um fluxo contínuo de mudanças onde a identidade é abordada como mito.  Trata-se do pensamento concebido como  fora, o qual destrói as imagens através de forças que fazem desse pensar uma máquina, inventando novas subjetivações não atreladas a nenhum kit convencionalizado socialmente. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

ZORDAN, P. B. M. B. G.; HOFFMANN, A. C. C. Movimentos das identidades e subjetividades na produção de modos de vida. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 16, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/2082. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos