Inclusão de deficientes no ensino superior: o trabalho docente frente ao processo de inclusão

Autores

  • Lilian de Fatima Zanoni Nogueira
  • Eliete Jussara Nogueira

Resumo

Este artigo apresenta resultados parciais de uma pesquisa sobre o trabalho docente e a inclusão de pessoas com deficiência em instituições de Ensino Superior na cidade de Sorocaba. Os resultados apontam que, de maneira geral, as ações institucionais são individualizadas a partir dos tipos de deficiência, e não apresentam claramente ações orientadoras aos docentes.  Quanto aos docentes, eles valorizaram a relação com deficientes, relatando que a experiência acrescentou-lhes novas formas de vivenciar a docência. Foi possível também identificar, uma sobrecarga de trabalho, à medida que é necessário atender o aluno subjetivamente. Na amostra estudada a inclusão desses deficientes no Ensino Superior interferiu positivamente no trabalho docente, porém, é urgente pensar em ferramentas de suporte para políticas educacionais inclusivas, ampliando as ações para além dos esforços individuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

NOGUEIRA, L. de F. Z.; NOGUEIRA, E. J. Inclusão de deficientes no ensino superior: o trabalho docente frente ao processo de inclusão. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 16, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/2090. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos