Memória e gênero:

incursões teóricas sobre a educação de mulheres em cursos “masculinos”

Autores

  • Edileuza de Sarges Almeida Universidade Federal do Pará
  • Clarice Nascimento de Melo Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2017v19n1p11-28

Resumo

Este artigo intenciona somar na problematização e na discussão teórica sobre os processos e práticas de educação de mulheres em cursos de graduação considerados historicamente como masculinos.  Situa o problema da pesquisa por meio da apresentação do lócus da pesquisa, da criação e da especificidade dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica do Campus Universitário de Tucuruí da Universidade Federal do Pará. Apresenta a articulação entre o conceito de gênero e o de memória, este último articulado à metodologia da história oral, para discutir sobre as possibilidades do estudo sobre as razões, os modos e os efeitos dos estereótipos de gênero na constituição, no decorrer dos processos formativos, das identidades de mulheres egressas desses cursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edileuza de Sarges Almeida, Universidade Federal do Pará

Discente do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará.

Clarice Nascimento de Melo, Universidade Federal do Pará

Professora Adjunto IV da Faculdade de Educação na área de história da educação e ensino de história

Publicado

2017-05-09

Como Citar

ALMEIDA, E. de S.; MELO, C. N. de. Memória e gênero:: incursões teóricas sobre a educação de mulheres em cursos “masculinos”. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 19, n. 1, 2017. DOI: 10.22483/2177-5796.2017v19n1p11-28. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/2148. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos