Crianças e jovens brasileiros no Japão:

educação, cultura e inquietudes

Autores

  • Nilta Dias Sophia University

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2017v19n3p607-629

Resumo

Nos movimentos migratórios, as pessoas querem e se esforçam para cruzar todas as fronteiras territoriais a fim de chegarem ao destino escolhido. Porém, lá chegando, nem todas querem ou conseguem atravessar fronteiras culturais e sociais para realmente se integrarem ao novo ambiente. No cotidiano escolar e também na vida diária de crianças e jovens brasileiros que vivem no Japão, muitas vezes, as diferenças culturais e linguísticas são transformadas em barreiras que delimitam as fronteiras entre japoneses e brasileiros. O cotidiano escolar japonês constitui um ambiente de aprendizado e treinamento para a vida na sociedade japonesa. Por outro lado, muitas instituições educacionais brasileiras no Japão representam não só a garantia de poder continuar os estudos no Brasil, mas principalmente uma forma de manter a língua portuguesa e a cultura brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilta Dias, Sophia University

Doutora em Educação

Publicado

2017-11-16

Como Citar

DIAS, N. Crianças e jovens brasileiros no Japão:: educação, cultura e inquietudes. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 19, n. 3, 2017. DOI: 10.22483/2177-5796.2017v19n3p607-629. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/3157. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê - Inquietudes e fronteiras cotidianas em educação