A educação politécnica e a formação política dos jovens

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2023v25id4156

Palavras-chave:

politécnica, juventudes, formação política.

Resumo

A preocupação central desse ensaio volta-se para a discussão acerca da educação politécnica e as suas contribuições na formação política dos jovens, visto que algumas escolas estão mais atentas às métricas das avaliações diagnósticas do Ministério da Educação (MEC) do que em formar para o exercício da cidadania e preparar para o mundo do trabalho. Foi constituído numa abordagem qualitativa e dialética, produzido por meio de pesquisa bibliográfica e análise documental. Como repercussões assume-se que a politecnia contribui com o desenvolvimento do senso de importância da participação política nos jovens, tendo em vista que se espera que o sujeito formado em seus aspectos culturais, científicos, técnicos e tecnológico, ou seja, na categoria da totalidade, seja mais crítico e reflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila da Silva Soares, Instituto Federal do Acre - IFAC

Assistente Social. Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica pelo ProfEPT - IFAC

Wilkerson Oliveira de Avilar, Instituto Federal do Acre - IFAC

Licenciado em História. Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica -  ProfEPT IFAC

Roberta Pasqualli, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC

Doutora em Educação. Docente permanente do PPG em Educação Profissional e Tecnológica - ProfEPT IFSC

Downloads

Publicado

27-07-2023

Como Citar

SOARES, Priscila da Silva; AVILAR, Wilkerson Oliveira de; PASQUALLI, Roberta. A educação politécnica e a formação política dos jovens. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 25, p. e023017, 2023. DOI: 10.22483/2177-5796.2023v25id4156. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/4156. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Demanda