O uso de legislação em pesquisas sobre história da educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2023v25id5015

Palavras-chave:

legislação como fonte, história da educação, legislação educacional.

Resumo

Esse artigo trata da utilização da legislação como fonte nas pesquisas em história da educação tomando, como exemplo, sobretudo, experiências de investigação sobre uma reforma educacional. Para tanto, pauta-se em pesquisa bibliográfica e nas discussões teóricas relativas à pesquisa histórica. Com base em teóricos como Chartier e Julia, defende-se que trabalhar com legislação educacional requer ir além do prescrito, determinado. É preciso verificar como a legislação (leis gerais ou derivada) é incorporada pela sociedade. Leis gerais e legislação derivada devem, assim, compor o repertório documental do pesquisador em história da educação em decorrência da amplitude de práticas e representações que indicam, aproximando-o da cultura escolar de instituições específicas em diferentes épocas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Crislane Barbosa de Azevedo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Pós-doutora em Educação, com supervisão de Bernard Charlot. 

Downloads

Publicado

03-10-2023

Como Citar

AZEVEDO, Crislane Barbosa de. O uso de legislação em pesquisas sobre história da educação. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 25, p. e023034, 2023. DOI: 10.22483/2177-5796.2023v25id5015. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/5015. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Demanda