Funções psicológicas superiores na pesquisa Stricto sensu brasileira

uma revisão sistemática na BDTD

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2023v25id5152

Palavras-chave:

funções psicológicas superiores, pesquisa educacional, pesquisa stricto sensu.

Resumo

O conceito de funções psicológicas superiores (FPS), concebido por Lev S. Vygotsky e amplamente utilizado em pesquisas educacionais e psicológicas, é considerado central na obra deste autor e em desdobramentos no âmbito da Teoria Histórico-Cultural. Diante de sua relevância teórico-prática, e da ausência de uma investigação que sistematizasse como esse conceito vem sendo estudado entre pesquisadores brasileiros, o presente este artigo apresenta resultados de uma revisão sistemática realizada junto à Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. A pesquisa em tela objetivou verificar a presença e a incidência do conceito de FPS em investigações Stricto sensu desenvolvidas em programas de pós-graduação do Brasil. A busca por “funções psicológicas superiores” resultou 114 pesquisas, 75 dissertações e 39 teses, sendo: a expressiva maioria publicada na segunda década do século XXI; 62% desenvolvidas em programas da área da Educação e 22% da Psicologia; concentração das pesquisas nas regiões Sudeste (43%) e Sul (37%), em sua maioria, nos estados de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul; apenas 9% na região Nordeste, 8% na Centro-Oeste e menos de 2% na Região Norte – evidenciando assimetrias regionais no estudo deste conceito. As temáticas mais incidentes estão relacionadas a práticas de ensino, à educação especial e a aspectos vinculados à linguagem, o que ajuda a desmistificar a ideia de que conceitos de Vygotsky não teriam “aplicabilidade” em contextos educacionais. O presente trabalho, por fim, contribui com uma sistematização detalhada inédita acerca da presença e da incidência do conceito de FPS na pesquisa Stricto sensu brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Fonseca de Castro, Universidade Federal de Rondônia (UNIR)

Doutor e Mestre em Educação pela UFPel. Atualmente, atua como Professor do Departamento de Ciências da Educação da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), onde também está vinculado como Docente Permanente ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e ao Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar (PPGEProf).

Downloads

Publicado

18-12-2023

Como Citar

CASTRO, Rafael Fonseca de. Funções psicológicas superiores na pesquisa Stricto sensu brasileira: uma revisão sistemática na BDTD. Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 25, p. e023045, 2023. DOI: 10.22483/2177-5796.2023v25id5152. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/5152. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Demanda