Formação EaD e presencial

desempenho dos cursos de Educação Física no ENADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22483/2177-5796.2023v25id5181

Palavras-chave:

educação física, educação a distância, ENADE, formação profissional.

Resumo

Neste artigo objetivou-se analisar o desempenho dos estudantes dos cursos de bacharelado em Educação Física do Brasil no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) no ano de 2019. O estudo de cunho crítico-descritivo incluiu o levantamento informações na base de dados de 508 cursos de graduação que participaram da avaliação. Os resultados apontam um processo de expansão da oferta de cursos na modalidade EaD, concentrados em oligopólios privados. Tais instituições apresentaram, majoritariamente, desempenhos insatisfatórios no ENADE, quando comparadas com cursos presenciais públicos e privados. Conclui-se que a formação do Bacharel em Educação Física em cursos na modalidade EaD continua distante da almejada para uma atuação que contemple a omnilateralidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduard Angelo Bendrath, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Educação pela UNESP. Professor Associado do Departamento de Ciências do Movimento Humano da Universidade Estadual de Maringá.

Marcos Vinicius Francisco, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Educação pela UNESP. Professor Adjunto do Departamento de Ciências do Movimento Humano da Universidade Estadual de Maringá.

Andreia Paula Basei, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em Educação pela Unicamp. Professora Adjunta do Departamento de Ciências do Movimento Humano da Universidade Estadual de Maringá.

Downloads

Publicado

18-12-2023

Como Citar

BENDRATH, Eduard Angelo; FRANCISCO, Marcos Vinicius; BASEI, Andreia Paula. Formação EaD e presencial: desempenho dos cursos de Educação Física no ENADE . Quaestio - Revista de Estudos em Educação, Sorocaba, SP, v. 25, p. e023048, 2023. DOI: 10.22483/2177-5796.2023v25id5181. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/5181. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Demanda